0

Rio: tumulto interrompe circulação do BRT e deixa 2 feridos

17 abr 2014
18h23
atualizado às 18h27
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma confusão de manifestantes da comunidade Favela do Aço, em Paciência, deixou feridos na tarde desta quinta-feira um homem acusado de tráfico de drogas e uma criança. Ambos tiveram ferimentos na perna. Em seguida, um protesto interrompeu a circulação dos veículos do corredor expresso BRT (Bus Rapid Transit) Transoeste das linhas ligando Campo Grande a Santa Cruz; e Paciência ao Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca.

Ao todo, as 22 estações que ligam o Terminal Campo Grande a Cesário 1 estão fechadas por orientação da Polícia Militar. A Estação Vila Paciência foi depredada e um ônibus foi totalmente queimado. Quando os bombeiros chegaram, o veículo já tinha sido consumido pelo fogo. Não há previsão de normalização dos serviços na estação destruída.

O tumulto começou de manhã, quando policiais do 27º Batalhão da Polícia Militar, em operação na Favela de Antares, em Santa Cruz, prenderam três suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas. No trajeto até a 36ª Delegacia Policial, criminosos da Favela do Aço dispararam contra os militares. De acordo com a assessoria da Políia Militar, um homem acusado de tráfico de drogas e uma menina foram atingidos na perna e encaminhados para o Hospital Municipal Pedro II. Com o homem, a polícia apreendeu uma pistola automática 9 milímetros.

Revoltados com a ação da Polícia Militar, moradores fecharam o cruzamento da avenida Cesário de Mello com rua Felipe Cardoso, na altura do Curral Falso, onde iniciaram o protesto e a confusão. No momento, a avenida Cesário de Melo foi liberada parcialmente ao tráfego, depois de permanecer fechada nos dois sentidos por quase três horas.

Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade