0

MTST ocupa sede da presidência em SP; PM reage com bombas

1 jun 2016
19h02
atualizado às 19h02
  • separator
  • comentários

Um grupo de militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) ocupou nesta quarta-feira a sede da Presidência da República em São Paulo e entrou em confronto com a Polícia Militar na Avenida Paulista, no centro da capital paulista. 

Foto: Newton Menezes / Futura Press

Às 14h30 de hoje, o grupo invadiu o hall do prédio onde estão os escritórios da Presidência e pichou a fachada com mensagens como "Fora Temer", em protesto contra o governo do presidente interino, Michel Temer e a suspensão de parte do programa Minha Casa, Minha Vida pelo governo federal.

Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press

A Polícia Militar de São Paulo usou bombas e gás lacrimogênio contra manifestantes, que bloquearam um dos lados da Avenida Paulista. Um deles lançou um rojão contra o edifício da presidência e, quando a Polícia Militar tentou prendê-lo, houve confronto. Os agentes usaram gás lacrimogêneo e spray de pimenta para dispersar o movimento.

Uma agência do Banco do Brasil que funciona no mesmo edifício foi depredada pelos integrantes do MTST. Segundo a PM, cinco pessoas foram presas pelos incidentes.

Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press

Segundo o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, o movimento tem a intenção de permanecer acampado no local. O MTST e outras organizações sociais marcaram para o próximo dia 10 uma jornada nacional de protestos contra Temer.

Com informações da agência EFE.

Veja mais fotos:

Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press
Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press
Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press
Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil
Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade