0

Nova operação do Procon lacra 34 ônibus na Baixada Fluminense

15 mai 2013
08h17
atualizado às 08h22
  • separator
  • 0
  • comentários

A Secretaria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor faz nesta quarta-feira o quarto dia da operação Roleta Russa para vistoriar o estado de conservação dos ônibus que circulam no Rio de Janeiro, as documentações dos veículos e dos motoristas. Agentes da Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do governo do Rio de Janeiro (Procon) vistoriaram as garagens de mais seis empresas da Baixada Fluminense e 34 ônibus foram lacrados.

As empresas vistoriadas foram: Expresso Mangaratiba, União, Jurema, Limousine Carioca, Trell e Vera Cruz. Na Viação Expresso Mangaratiba, 19 ônibus foram lacrados devido a irregularidades como documentação atrasada, pneus carecas e extintor de incêndio em péssimas condições de uso. Essa foi a empresa com maior número de interdições.

No primeiro dia de operação, quatro grandes empresas de ônibus - Paranapuan (Ilha do Governador), Estrela Azul (vila Isabel), Transportes Vila Isabel (Grajaú) Jabour (Campo Grande) - foram autuadas e  22 coletivos que apresentaram irregularidades foram lacrados.

No segundo dia de operação outras quatro empresas da zona norte e de São Gonçalo foram vistoriadas. Trinta ônibus foram lacrados, e outros oito tiveram os problemas apresentados solucionados na hora.

O balanço final do terceiro dia de fiscalização, em empresas das zonas oeste e norte terminou com 38 ônibus autuados, sendo 22 lacrados. Os principais problemas encontrados pelos agentes foram a sujeira nos coletivos e a rampa de acesso para cadeirantes.

Veículos vistoriados que não apresentaram condições adequadas para o tráfego foram interditados e permanecerão fora das ruas até que sejam regularizados.

Jornal do Brasil Jornal do Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade