PUBLICIDADE

STF determina desbloqueio de bens de Lula retidos pela Lava Jato

26 nov 2021 20h30
| atualizado às 21h14
ver comentários
Publicidade

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta sexta-feira decisão da 13ª Vara Federal de Curitiba que mantinha o bloqueio dos bens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da Lava Jato, mesmo após a Corte ter derrubado as condenações dele nos processos ligados à operação.

08/10/2021
REUTERS/Ueslei Marcelino
08/10/2021 REUTERS/Ueslei Marcelino
Foto: Reuters

O relator da reclamação apresentada ao STF pela defesa de Lula, ministro Edson Fachin, havia votado pela manutenção do boqueio, por entender que ela não ofende o devido processo legal.

Mas os outros três integrantes da turma a votar --Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, e Nunes Marques-- votaram pelo desbloqueio dos bens.

Em abril deste ano, o STF anulou as condenações de Lula no âmbito da operação Lava Jato, garantindo ao petista os direitos políticos para concorrer nas eleições presidenciais de 2022.

"Essa nova decisão do STF é uma consequência lógica do reconhecimento da nulidade dos processos em virtude da incompetência e da suspeição do ex-juiz Sergio Moro em relação ao ex-presidente Lula", disseram os advogados de Lula Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins em nota.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade