0

Produtor do Porta dos Fundos é assassinado no Rio de Janeiro

De acordo com a Polícia, Carlos Eduardo Barcellos, de 34 anos, foi assassinado a facadas em uma suposta tentativa de assalto

11 nov 2020
10h03
atualizado às 10h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O cineasta e produtor Cadu Barcellos, que atuava para o canal de humor na internet Porta dos Fundos, além do programa Greg News, da HBO, e de ter sido um dos diretores do documentário 5x Favela - Agora por Nós Mesmos, apresentado no festival de Cannes, foi assassinado a facadas no Rio de Janeiro em uma suposta tentativa de assalto, de acordo com a polícia, amigos e parentes do produtor.

Vista da produtora do canal Porta dos Fundos no Rio de Janeiro (RJ); grupo de líderes evangélicos pedem indenização de R$ 1 bilhão, por considerem o especial de natal do canal ofensivo.
Vista da produtora do canal Porta dos Fundos no Rio de Janeiro (RJ); grupo de líderes evangélicos pedem indenização de R$ 1 bilhão, por considerem o especial de natal do canal ofensivo.
Foto: Marcos Vidal / Futura Press

Carlos Eduardo Barcellos, de 34 anos, voltava de um encontro com amigos no centro da cidade na madrugada de terça-feira, quando foi abordado por um assaltante que o esfaqueou. Ele ainda chegou a pedir por socorro, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com os amigos do produtor, o telefone celular e pertences de Cadu foram levados no assalto.

O corpo do produtor está no Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro e a polícia investiga as circunstâncias do crime.

"Na madrugada de terça-feira (10/11), policiais militares do 5ºBPM (Praça da Harmonia) foram acionados para verificar ocorrência na Avenida Presidente Vargas, altura da Uruguaiana, no Centro da cidade do Rio. No local, uma pessoa foi encontrada caída ao solo. Perícia acionada e ocorrência a cargo da Delegacia de Homicídios", informou a Polícia Militar.

O produtor deixa um filho, ainda criança.

Na véspera do Natal de 2019 a sede da produtora do Porta dos Fundos foi alvo de um ataque no qual dois coquetéis molotov foram lançadas contra a fachada do prédio, localizado na zona sul do Rio de Janeiro. O atentado foi uma represália ao Especial de Natal do grupo humorístico. O suspeito de realizar o ataque foi preso pela Interpol na Rússia.

 

 

Veja também:

Choque apreende veículo com sinais de adulteração, no Claudete
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade