0

Temer deve participar do Fórum Econômico Mundial de Davos

Essa é a 1ª vez que um presidente participa do evento desde 2014

9 jan 2018
08h22
atualizado às 09h07
  • separator
  • comentários

O presidente Michel Temer deve viajar para a Suíça no próximo dia 24 para participar do 48ª Fórum Mundial Econômico de Davos, informam diversos veículos da mídia brasileira nesta terça-feira (9).

Temer deve participar do Fórum Econômico Mundial de Davos
Temer deve participar do Fórum Econômico Mundial de Davos
Foto: ANSA / Ansa

Com isso, ele será o primeiro presidente do País a participar do evento desde 2014. Desde aquele ano, o País era representado apenas por seus ministros, sem a presença do chefe de Estado.

A comitiva de Temer deve incluir o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, segundo o colunista do jornal O Globo , Lauro Jardim.

Em Davos, o presidente deve participar de uma sessão com o fundador do fórum, Klaus Schwab, considerado um evento de destaque nos debates. No entanto, há dúvidas se o estado de saúde do mandatário permitirá uma viagem longa.

Após passar por três procedimentos médicos nos últimos meses, foi recomendado que Temer evite viagens longas para não agravar os problemas na uretra. Até por conta disso, uma viagem ao Sudeste Asiático foi cancelada agora no início de janeiro.

O maior evento mundial sobre economia ocorre entre os dias 23 e 26 de janeiro e deve reunir mais de três mil líderes - entre políticos, economistas, chefes de companhias, entre outros.

A pauta deste ano seguirá com o tema da "Quarta Revolução Industrial", mas também terá um enfoque nas questões climáticas.

De acordo com a organização, esse será "um ano-chave" para agir sobre as mudanças do clima no mundo.

Alckmin deve participar

No cronograma do evento, também consta o nome do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, entre os participantes.

A ida do provável presidenciável do PSDB teria como objetivo a promoção do estado por ele ter sido escolhido como sede do Fórum Econômico de Davos na América Latina (WEF), conhecido como "Mini Davos". O evento será realizado entre os dias 13 e 15 de março, sendo a segunda vez que a capital paulista realiza o encontro de alto nível.

No entanto, segundo o jornal O Estado de S. Paulo , o governo estadual ainda não confirmou a participação do governador.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade