PUBLICIDADE

Randolfe diz ser 'razoável pensar' em instalação da CPI da Covid na próxima 5ª

15 abr 2021
0comentários
Publicidade

O líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), cobrou a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19 para a próxima quinta-feira, 22, mesmo que a reunião tenha que ser presencial. Ele admitiu, no entanto, que o início dos trabalhos pode ficar para a semana seguinte. Em coletiva de imprensa, Randolfe afirmou ser "razoável" que o colegiado comece a funcionar no dia 22.

O governo do presidente Jair Bolsonaro tenta adiar ao máximo a instalação da CPI, que deve ser instalada só após o feriado de Tiradentes, no dia 21, conforme o Broadcast Político antecipou. Para a próxima semana, Pacheco anunciou uma sessão do Congresso com um projeto de interesse do Executivo na pauta. Com o feriado na quarta, a sessão do Congresso pode inviabilizar uma reunião da CPI na semana que vem porque Pacheco precisa designar oficialmente os integrantes em uma sessão do plenário do Senado.

De acordo com Randolfe, o presidente do Senado concordou em instalar a CPI "imediatamente". O líder da oposição disputa a presidência da comissão com o senador Omar Aziz (PSD-AM). O senador do PSD é próximo ao governo, apesar de ser crítico à postura do presidente Jair Bolsonaro na crise, e tem o apoio de aliados de Bolsonaro para comando o colegiado. Nessa negociação, Randolfe pode ficar com a vice-presidência. "Estou disposto a qualquer serviço", afirmou Randolfe.

Estadão
Publicidade
Publicidade