PUBLICIDADE

Política

Prefeito de São Paulo bate boca com moradores em vistoria de obra na Vila Mariana, na Zona Sul

Moradores acusam Prefeitura de ter tapado o buraco com proteção de segurança apenas para a visita de Ricardo Nunes ao bairro; gestão municipal e Subprefeitura não se pronunciaram

2 mar 2024 - 00h11
Compartilhar
Exibir comentários

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), bateu boca com moradores da Vila Mariana, na Zona Sul da capital, na tarde desta quinta-feira, 29. O motivo, da visita do prefeito ao bairro e da confusão, foi a obra de drenagem realizada pela prefeitura na Rua Correia Lemos, que resultou em uma cratera em frente à casa dos moradores. Eles acusam a Subprefeitura da Vila Mariana de ter colocado tapumes e barreiras de segurança no buraco somente na véspera da visita de Nunes.

A Subprefeitura da Vila Mariana e a Prefeitura de São Paulo foram procuradas para comentar o caso, mas não retornaram até o momento da publicação deste texto.

Durante a discussão, um casal de moradores afirmou que o buraco está aberto desde dezembro de 2023, colocando moradores, inclusive crianças autistas que moram em frente à obra em perigo.

O prefeito tentou apaziguar os ânimos, mudando o assunto para a data de finalização da obra. "Em março a obra será entregue, a gente resolve o alagamento e fica tudo bom", disse. O casal argumentou que não era essa a questão da discussão, mas as barreiras de segurança só terem sido instaladas na véspera da visita dele. A mulher carrega uma bandeira do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) amarrada às costas.

Na manhã da visita de Nunes, os tapumes instalados foram pichados com o nome de seu concorrente nas eleições municipais, o deputado Guilherme Boulos (PSOL). Antes de o prefeito chegar para cumprir o compromisso, entretanto, as tábuas com frases como "Fica, vai ter Boulos" e "Boulos prefeito" foram substituídas.

"Já entendi que vocês estão no jogo político. Vocês estão com coisas de PSOL, você pichou o Boulos aqui", disse o prefeito se dirigindo para um morador. "Você me viu pichando? Alguém viu?", questionou o homem. Nunes, então, mudou a acusação, dizendo que tem um vídeo do morador chutando o tapume.

Em seguida, o homem disse "não vai pôr o tapume aqui", e Nunes respondeu, repetidas vezes: "Eu vou pôr o tapume, eu vou pôr o tapume, não é você que vai me dizer para eu por tapume ou não". A discussão foi acompanhada por assessores e aliados do prefeito, além da imprensa que fazia a cobertura da agenda oficial e de moradores da região.

Fotos publicadas por um usuário do X (antigo Twitter) mostram um trecho da obra, com a legenda "só colocaram tapume para cobrir em cano que não ligaram e cobriram com terra, Ricardo Nunes mentiroso". Não há data nas fotos.

Além de fiscalizar a obra de drenagem, o emebedista cumpriu outros compromissos na região. As visitas fazem parte do programa Prefeitura Presente, em que Nunes faz esse tipo de aparição pública em algum local pré-determinado da cidade, inaugurando e fiscalizando obras.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade