0

Políticos lamentam morte de Boechat: 'Um dos maiores'

Jornalista era escolado e respeitado na cobertura política

11 fev 2019
14h44
atualizado às 15h14
  • separator
  • 17
  • comentários

A confirmação da morte do jornalista Ricardo Boechat repercute no meio político. Congressistas, governadores e a família do presidente da República usaram as redes sociais para demonstrar tristeza e solidariedade. Boechat era experiente e respeitado no jornalismo político.

Personagem de desavenças com imprensa, o presidente Jair Bolsonaro afirmou ter "muito respeito" pelo apresentador. Filho do presidente, Eduardo Bolsonaro desejou "força para a família", assim como seu irmão Carlos. 

Governador de São Paulo, João Doria, disse que "o Brasil perde um dos maiores jornalistas da sua história". "Toda a solidariedade a seus familiares, amigos e colegas da Rede Bandeirantes". 

Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, "Boechat foi um dos grandes comunicadores do nosso país e uma referência de bom jornalismo e independência".

O presidente do Senado, David Alcolumbre, publicou uma nota de pesar. "Tenho certeza que os brasileiros lamentam a morte desse argentino que escolheu o Brasil como lar. Fica a saudade e o respeito pelo homem e jornalista que sempre demonstrou ser.", escreveu o senador. Ele também se solidarizou no Twitter.

Outras figuras importantes do Senado demonstraram tristeza pela morte do jornalista. Simone Tebet (MDB-MS), que ganhou força após a derrota de seu correligionário Renan Calheiros (MDB-AL) na disputa pela presidência da Casa, diz que "o jornalismo brasileiro está de luto".

Veja também

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 17
  • comentários
publicidade