1 evento ao vivo

Haddad pede impeachment de Witzel e o chama de "assassino"

Ex-prefeito de São Paulo disse, no Twitter, que o governador do Rio é o "grande responsável pelas atrocidades que se cometem" na cidade

21 set 2019
18h19
atualizado às 19h26
  • separator
  • 0
  • comentários

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) defendeu neste sábado, 21, no Twitter, o impeachment do governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), e o acusou de ser "um assassino". Haddad afirmou, sem especificar, que "coisas absurdas estão acontecendo".

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT)
O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT)
Foto: Ernani Ogata / Código19 / Estadão Conteúdo

Ele afirmou também na postagem que "há razões de sobra" para a destituição de Witzel por impeachment. Haddad disse que ele é "o grande responsável pelas atrocidades que se cometem no Rio". O ex-prefeito de São Paulo e o governador do Rio são apontados como possíveis candidatos a presidente em 2022. A reportagem entrou em contato com a assessoria de Witzel e aguarda um posicionamento.

Veja o tuíte de Haddad:

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade