PUBLICIDADE

Integrante de comitiva em NY, Eduardo Bolsonaro também testa positivo para covid

24 set 2021 10h42
ver comentários
Publicidade

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, testou positivo para covid-19. A informação foi dada pelo próprio parlamentar no Twitter. Ele acompanhou a comitiva presidencial que esteve em Nova York para a 76ª Assembleia-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e, assim, teve contato com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que também contraiu o novo coronavírus.

"Sabemos que as vacinas foram feitas mais rápidas do que o padrão (sic). Tomei a 1ª dose de Pfizer e contraí covid. Isso significa que a vacina é inútil? Não creio. Mas é mais um argumento conta o passaporte sanitário", publicou Eduardo Bolsonaro na rede social. O parlamentar ainda não tomou a segunda dose da vacina, o que diminui a resposta imune.

Além de colocar as vacinas em suspeição, o parlamentar afirmou incorretamente que estudos sobre efeitos colaterais e eficácia dos imunizantes estão ocorrendo agora. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já concedeu, inclusive, registro definitivo à vacina da Pfizer, a recebida pelo deputado, após a apresentação de estudos científicos.

"Estudos sobre efeitos colaterais e eficácia estão ocorrendo agora. Apesar do diagnóstico estou me sentindo bem e comecei a me tratar imediatamente. Obrigado pelas centenas de desejos de melhoras que já recebi. Logo estarei de volta. (Espero que este post não seja deletado)", acrescentou, sugerindo estar fazendo uso de medicamentos do chamado "kit covid", que não têm eficácia comprovada contra a doença.

Mais cedo, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, também anunciou teste positivo para o novo coronavírus. Ela, contudo, não estava na comitiva presidencial que foi a Nova York.

Estadão
Publicidade
Publicidade