PUBLICIDADE

General Santos Cruz é internado no Hospital das Forças Armadas

Filiado ao Podemos e uma das opções do partido para a eleição presidencial, o militar teve um princípio de infarto

17 mai 2022 12h51
| atualizado às 13h02
ver comentários
Publicidade
Santos Cruz foi ministro da Secretaria de Governo e acabou demitido pelo presidente Jair Bolsonaro, após cinco meses no cargo.
Santos Cruz foi ministro da Secretaria de Governo e acabou demitido pelo presidente Jair Bolsonaro, após cinco meses no cargo.
Foto: Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil / Estadão

O general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria de Governo, foi internado na noite de segunda-feira, 16, no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, com princípio de infarto. Filiado ao Podemos, o militar, de 69 anos, é uma das opções do partido para a eleição presidencial. O HFA ainda não divulgou boletim com o estado de saúde.

"Fez um cateterismo e está internado lá no hospital", disse o líder do Podemos no Senado, Álvaro Dias (PR). De acordo com o parlamentar, pouco antes de ser internado, o militar conversou normalmente com a presidente da legenda, Renata Abreu. "Ontem de manhã ele estava se comunicando conosco. Parece que a Renata falou com ele à tarde", disse.

O general foi um dos primeiros ministros a serem demitidos pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Ele saiu do governo em junho de 2019, após uma briga com os filhos de Bolsonaro.

Em novembro do ano passado, o militar se filiou ao Podemos. Inicialmente seu objetivo era auxiliar na campanha presidencial do ex-ministro Sergio Moro, que também estava na sigla. Com a ida do ex-juiz ao União Brasil e a suspensão da pré-candidatura presidencial, Santos Cruz decidiu ficar no Podemos e passou a ser citado como opção da legenda na eleição para disputar a Presidência.

No Twitter, Moro desejou "pronta recuperação" ao general.

Estadão
Publicidade
Publicidade