0

DF: bombeiros e policiais invadem Salão Verde da Câmara

20 ago 2013
13h57
atualizado às 14h23
  • separator
  • comentários

Pelo menos 300 policiais e bombeiros militares ocuparam no início da tarde desta terça-feira o Salão Verde, onde fica a entrada do Plenário da Câmara dos Deputados. O protesto é pela aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 300, que cria um piso salarial único para a categoria. 

<p>Policiais e bombeiros militares protestaram no Sal&atilde;o Verde da C&acirc;mara dos Deputados nesta ter&ccedil;a-feira</p>
Policiais e bombeiros militares protestaram no Salão Verde da Câmara dos Deputados nesta terça-feira
Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados / Divulgação

O texto foi aprovado em primeiro turno em 2010. Os manifestantes querem a garantia de votação da PEC ainda hoje e pediram uma audiência com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). O presidente da Associação Nacional dos Praças, soldado Marco Prisco, diz que os policiais já estão "cansados de serem enrolados". "Ocupamos a Casa que é nossa, que é do povo. Só sairemos daqui após o presidente nos receber", avisou.

Vestido com camisetas com os dizeres "Sem PEC, sem Copa", o grupo fez um apitaço. Houve tentativa de invasão e confronto com os seguranças da Câmara.

O deputado Major Fábio (DEM-PB) disse que conversou com o presidente da Câmara e informou que ele vai receber os policiais hoje, mas a votação da PEC só será decidida na próxima terça-feira, na reunião de líderes.

Segundo o deputado Wandenkolk Gonçalves (PSDB-PA), já havia uma reunião marcada hoje com Henrique Alves para após a reunião de líderes. Porém, os manifestantes decidiram não esperar pela conversa com o presidente.

Segundo uma das lideranças do movimento, Feliciana Mota, da Associação de Policiais do Estado do Pará, cerca de 5 mil policiais estão a caminho de Brasília para apoiar as reivindicações, que devem continuar hoje e amanhã.

Com informações da Agência Câmara. 

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade