0

Deputados encaminham "recesso branco" para o mês de julho

15 jul 2014
14h58
  • separator
  • 0
  • comentários

Líderes da Câmara dos Deputados concordaram nesta terça-feira em suspender as votações a partir entre 18 e 31 de julho, mesmo sem a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Pela Constituição, o recesso parlamentar oficial fica suspenso sem a apreciação da matéria.

O requerimento assinado pelas lideranças partidárias ainda precisa passar pelo plenário da Casa, mas tende a ser aprovado simbolicamente. Com isso, a Câmara só deve voltar a ter votações em 5 e 6 de agosto, para quando foi marcado o chamado “esforço concentrado”.

Por causa das eleições deste ano, os deputados marcaram quatro dias de trabalho durante os meses de agosto e setembro, período de “recesso branco” de eleições. A suspensão de votações no plenário da Casa não impede o funcionamento de CPIs e do Conselho de Ética.

Como deputados e senadores ainda nem aprovaram o relatório preliminar da LDO em comissão mista, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), considerou “praticamente impossível” concluir a apreciação da matéria nesta semana.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade