PUBLICIDADE

De olho na eleição, Lula cobra reconstrução do Parlamento

"Se a gente eleger presidente, é preciso deputados e senadores que ajudem a gente a fazer as coisas que precisam ser feitas", afirmou

25 set 2021 15h12
| atualizado às 16h16
ver comentários
Publicidade

Com as eleições de 2022 se aproximando, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste sábado (25), em reunião com movimentos da periferia de São Paulo, que o pleito do ano que vem vai além dele, e cobrou uma reconstrução do Parlamento. "Se a gente eleger presidente, é preciso deputados e senadores que ajudem a gente a fazer as coisas que precisam ser feitas no Senado", afirmou.

"Estamos hoje com uma Câmara de Deputados e Senado que, do ponto de vista ideológico, me parecem que é o pior desses últimos cem anos", disse Lula, em crítica à atual composição do Congresso.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa em evento em São Paulo
12/08/2021 REUTERS/Carla Carniel
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa em evento em São Paulo 12/08/2021 REUTERS/Carla Carniel
Foto: Reuters

Durante o evento, o PT também mostrou que aposta na conquista de um eleitorado mais jovem. Lula defendeu que todos acima de 16 anos deveriam tirar um título de eleitor para votar e participar do processo político.

A presidente nacional do partido, deputada Gleisi Hoffmann (PR), também fez declarações na mesma linha. "Nós precisamos conscientizar a juventude. Ela precisa participar do processo político, precisa estar nas organizações políticas e nos partidos políticos e precisa participar do processo eleitoral", afirmou, durante a abertura do evento, ao declarar que a legenda inicia uma campanha para incentivar a juventude a se cadastrar para tirar o título.

Estadão
Publicidade
Publicidade