PUBLICIDADE

Bolsonaro admite não ter provas de fraudes nas urnas e diz ter apenas indícios

29 jul 2021 21h24
| atualizado às 21h48
ver comentários
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro não apresentou até o momento provas sobre supostas fraudes nas últimas eleições para contestar o uso da urna eletrônica. Ao lado de um 'analista de inteligência', a quem se referiu apenas como Eduardo, o chefe do Executivo apresentou vídeos que circulam na internet sem qualquer comprovação sobre supostos erros nas urnas.

"Isso aconteceu largamente nas eleições de 2018. Tem vários vídeos mostrando exatamente isso daí. Vamos deixar isso daí? Acabando as eleições, a gente vai judicializar? Quem vai julgar? Quem colocou o Lula fora da cadeia. E eu digo mais, não temos provas, deixar bem claro, mas indícios que, eleições para senadores e deputados, podem acontecer a mesma coisa. Por que não?", disse Bolsonaro, após a exibição de um vídeo em que um homem diz ser programador. Ele mostra uma animação, onde diz como seria possível alterar o código de programação das urnas.

"Não tem como se comprovar que as eleições não foram ou foram fraudadas, são indícios. Um crime se desvenda com vários indícios. Vamos apresentar vários indícios aqui", disse Bolsonaro.

Estadão
Publicidade
Publicidade