PUBLICIDADE

Política

Avança no Senado projeto de lei que cria Frente Parlamentar Católica

Proposta tem como objetivo estabelecer um grupo representativo para a Igreja Católica Apostólica Romana no Congresso, segundo o autor do texto, senador Astronauta Marcos Pontes

9 jul 2024 - 19h39
Compartilhar
Exibir comentários

A Comissão de Educação e Cultura do Senado Federal aprovou nesta terça-feira, 9, a criação de uma Frente Parlamentar Católica Apostólica Romana na Casa. O projeto de lei segue agora para a Comissão Diretora. De autoria do senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP), o texto diz que o colegiado vai "defender princípios éticos, morais e doutrinários" da Igreja.

Dorinha Seabra, senadora
Dorinha Seabra, senadora
Foto: Najara Araújo/Agência Câmara / Estadão

Pontes justifica que o Brasil é reconhecido como a nação com maior número de católicos do mundo e, por esse motivo, faz-se necessária a representação para "defender os interesses da significativa parcela da população brasileira que com ela se identifica, garantindo que suas perspectivas e valores sejam considerados".

A senadora Dorinha Seabra (União-TO) apresentou parecer favorável ao caso na comissão. Para a congressista, "milhares de brasileiros" poderão ser "devidamente considerados nas discussões e votações legislativas" da Casa com a Frente Parlamentar.

"A iniciativa reforça a importância da fé católica na formação da sociedade brasileira, além de promover um espaço onde lideranças religiosas e políticas podem colaborar em prol do bem comum, garantindo que a voz da comunidade católica seja ouvida e respeitada no Congresso Nacional", afirma a senadora no relatório.

Dorinha Seabra, senadora
Dorinha Seabra, senadora
Foto: Najara Araújo/Agência Câmara / Estadão
Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade