0

Aloysio Nunes cancela coletiva de imprensa em meio à crise que afeta Temer

18 mai 2017
12h34
  • separator
  • comentários

O chanceler brasileiro, Aloysio Nunes, cancelou nesta quinta-feira um encontro com jornalistas estrangeiros em meio à crise que afeta o presidente Michel Temer.

A chancelaria não precisou os motivos da suspensão da coletiva de imprensa, na qual Nunes abordaria diversos aspectos da situação regional e da política exterior do país.

O ministro é um influente dirigente do Partido da Social Democracia Brasileira (PMDB), que integra a coalizão de Governo e cujo presidente, Aécio Neves, teve o cargo de senador suspenso depois de ter o nome citado em uma delação premiada.

Além da revista realizada pela Polícia Federal em imóveis e escritórios de Aécio, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a suspensão do cargo.

O escândalo foi gerado por informações divulgadas pelo jornal "O Globo", que apontam que Michel Temer teve uma reunião em março com Joesley Batista, um dos donos do grupo JBS, encontro que serviu para comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, preso por participar do escândalo de corrupção revelado pela Operação Lava Jato.

O envolvido no suposto suborno seria Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, condenado à prisão por corrupção.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade