0

Fiocruz começa a liberar vacina da AstraZeneca

Doses foram fabricadas pelo Instituto Serum, na Índia, e o lote atrasou uma semana para chegar ao País

23 jan 2021
14h57
atualizado às 15h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) começou a liberação do lote de 2 milhões de doses da vacina contra covid-19 da AstraZeneca-Oxford, que chegou ao País na véspera, conforme publicação no Twitter neste sábado.

Funcionários descarregam dois milhões de doses da vacina AstraZeneca/Oxford contra a Covid-19, provenientes da Índi, na Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, Brasil 22/01/2021. REUTERS/Ricardo Moraes
Funcionários descarregam dois milhões de doses da vacina AstraZeneca/Oxford contra a Covid-19, provenientes da Índi, na Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, Brasil 22/01/2021. REUTERS/Ricardo Moraes
Foto: Reuters

As doses foram fabricadas pelo Instituto Serum, na Índia, e o lote atrasou uma semana para chegar ao País, segundo os planos iniciais do governo. A Fiocruz informou na véspera que iniciaria a checagem de qualidade e segurança das vacinas, além de rotulagem, durante a madrugada.

"Médicos da Fundação serão os primeiros a serem imunizados com a vacina da AstraZeneca", afirmou a Fiocruz no Twitter neste sábado.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na sexta-feira que as vacinas da AstraZeneca serão entregues aos Estados ainda neste sábado.

Até a véspera, a única vacina disponível o país era a CoronaVac, desenvolvida pela chinesa Sinovac , que no Brasil tem parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

Veja também:

Devido a superlotação UPA Brasília está com ambulatório temporariamente fechado
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade