1 evento ao vivo

Encerrada busca por possível 25ª vítima de queda de avião

8 fev 2009
12h02
atualizado às 15h38

Arnoldo Santos

Direto de Manaus


O Corpo de Bombeiros do Amazonas encerrou as buscas na área onde o avião Bandeirante caiu no rio Manacapuru, na tarde de ontem, próximo ao município de Manacapuru (AM), a 80 km de Manaus. O trabalho voltou a ser feito após relatos de que ribeirinhos que viram uma pessoa nadando para a margem do rio. O Corpo de Bombeiros não encontrou nenhum corpo e nenhum dos familiares informou as autoridades sobre a possibilidade de uma 25ª pessoas estar desaparecida.

A aeronave partiu de Coari (a 360 km de Manaus) e caiu no rio cerca de 20 minutos antes de pousar na capital do Estado. O Instituto Médico Legal de Manaus (IML) expediu a lista contendo os nomes de 24 vítimas do acidente. Todos os corpos estavam dentro do avião que foi içado por um guindaste da Petrobras que é usado na construção do gasoduto Coari-Manaus.

A informação do encerramento das buscas foi divulgada pela Manaus Aerotáxi, proprietária do Embraer Bandeirante. "A direção do IML (Instituto Médico Legal) de Manaus perguntou aos familiares se alguém saberia da existência de uma possível 25ª vítima. Como não houve nenhuma reclamação de corpos, o IML considerou fechada a lista de vítimas. Nós informamos isso aos bombeiros e eles resolveram parar as buscas", disse o assessor de comunicação da empresa, Paulo Roberto.

A empresa disponibilizará dois aviões modelo Bandeirante para transportar 22 corpos a Coari (AM), onde serão sepultados. As aeronaves deverão partir por volta das 15h (horário de Brasília). Um avião fretado modelo ATR, com capacidade para 47 pessoas, levará familiares para a cerimônia de sepultamento.

O corpo da secretária de Saúde de Coari, Joelma Gomes Aguiar, será levado para Itacoatiara. O piloto César Leonel Grieger, natural do Rio Grande do Sul, será enterrado em Manaus, já que tem mulher e filho na capital amazonense.

Fonte: Especial para Terra
publicidade