Protesto: "Por que no centro tem água, e na periferia, não?”

Reinaldo da Silva, morador de Pirituba (zona norte), é um dos moradores de São Paulo que reclama de constantes cortes no abastecimento de água. Ele participou de um protesto na Avenida Paulista, nesta sexta-feira, que terminou em frente à Secretaria Estadual de Recursos Hídricos, na Rua Bela Cintra. O ato foi convocado por representantes de movimentos sociais e do sindicato que representa os trabalhadores da Sabesp, o qual contesta a onda de demissões na empresa. Os movimentos populares pediriam instalação de cisternas nas periferias de São Paulo e Grande São Paulo, mas seus representantes não passaram da portaria do órgão público. O ato, acompanhado de perto pela Polícia Militar, foi pacífico. Reportagem: Janaina Garcia

Terra Terra
Publicidade

Vídeos relacionados

Recomendado para você

Publicidade