0

Sobe para 7 número de mortos em temporais no interior de São Paulo

Vítimas foram arrastadas pela chuva que atingiu São Paulo nesta segunda, 10

11 fev 2020
13h16
atualizado em 13/2/2020 às 09h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

SOROCABA - Subiu para sete o número de mortos durante os temporais que atingiram o interior de São Paulo desde a madrugada de segunda-feira, 10. O corpo de um homem foi resgatado nesta quarta-feira, 12, por um helicóptero da Polícia Militar em uma chácara do bairro Bananal, que havia ficado ilhado pela enchente do Rio Tietê, em Cabreúva, interior de São Paulo. Conforme a Defesa Civil, a necropsia feita no Instituto Médico Legal de Jundiaí confirmou que Claudemir Aparecido Garcia morreu afogado. O laudo foi divulgado na noite de quarta.

De acordo com a prefeitura, quando as águas começaram a subir, Garcia teria sido instado a deixar a chácara, onde trabalhava como caseiro, e se abrigar na Unidade Básica de Saúde (UBS), do bairro, que já recebia outras pessoas desalojadas. No entanto, ele preferiu ficar em casa. A prefeitura, em nota, lamentou a morte e informou que, com a redução na vazão do Tietê, equipes iniciaram ações de limpeza no bairro.

Prefeitura inicia limpeza no bairro de Bananal, em Cambreúva
Prefeitura inicia limpeza no bairro de Bananal, em Cambreúva
Foto: Prefeitura de Cabreúva/divulgação. / Estadão

Também na quarta-feira, o Corpo de Bombeiros havia encontrado o corpo de um homem levado pela enchente que atingiu o bairro Fazenda Santa Ella, em Araçariguama, região metropolitana de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, moradores informaram que ajudaram a retirar pessoas que estavam na parte baixa do bairro, mas um homem teria sido levado pela correnteza. O corpo de Adriano Marcos de Melo, de 35 anos, foi achado em uma área que havia sido alagada. A busca pelo corpo atrasou porque o bairro ficou ilhado pela queda de pontes e árvores durante o temporal. A prefeitura da cidade decretou estado de emergência devido os estragos.

Na terça-feira, 11, foram resgatados os corpos de Lourival Ferre, de 65 anos, sua mulher Maria Cistrina Infanti Ferre, de 62, e da irmã dela, Maria Silvia Infanti, de 73. Eles estavam em um carro arrastado pela enchente que encobriu a rodovia de acesso ao distrito de Vitoriana, no interior paulista.

No mesmo dia, foi encontrado o corpo de Claudio de Góes Machado, de 58 anos, funcionário de uma concessionária, que caiu com o carro em uma cratera aberta pelas chuvas na rodovia Leonor Mendes de Barros (SP333), em Júlio de Mesquita, região de Marília.

Ainda na segunda-feira, os bombeiros localizaram o corpo de Epaminondas Macedo de Souza, de 50 anos. Ele morreu quando teve o caminhão que dirigia tragado por uma grande erosão que a chuva abriu na rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Botucatu.

Em Botucatu, prefeitura decretou estado de calamidade, depois que o temporal destruiu sete pontes e avariou outras cinco na área urbana e zona rural. Conforme a estação meteorológica da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, a cidade recebeu 270 mm de chuva na madrugada de segunda. Vinte casas ficaram danificadas e ao menos 30 pessoas ainda estão desabrigadas. Seis ruas tiveram danos e foram interditadas.

Veja também:

Bolsonaro nomeia Temer e Justiça autoriza viagem ao Líbano
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade