0

Círio de Nazaré: Saiba onde comer maniçoba em São Paulo

Na esteira das comemorações do Círio, festa realizada no Pará, casas paulistas servem o prato feito com as folhas da mandioca

11 out 2018
12h31
atualizado às 13h05
  • separator
  • comentários

Quem já esteve no Pará nessa época do ano sabe o que é o cheiro da maniçoba no ar. Não é nenhuma metáfora: a maniçoba, prato típico nortista com o qual se festeja o Círio de Nazaré, no segundo domingo de outubro (dia 14), leva pelo menos uma semana na panela e o cheiro exala por todos os cantos.

Maniçoba do Benedita
Maniçoba do Benedita
Foto: Lucas Fonseca / Divulgação

Em São Paulo, além de alguns restaurantes que já servem a tradicional receita feita com as folhas da mandioca, outras casas vão fazer o prato especialmente por conta dos festejos do Círio.

No Barú Marisqueria, casa focada em pescados do chef colombiano Dagoberto Torres, a maniçoba vai ser servida na sexta-feira dia 19 (R$ 38), tanto no almoço quanto no jantar. Apreciador da culinária brasileira, Dagoberto tem por perto fornecedores como a paraense Antonia Padvaiskas, do Empório Poitara, e por isso abriu espaço no seu menu para ter a maniçoba na próxima semana.

O prato ali será o preparado pela mãe de Antonia, dona Ruth, que mora em São Paulo desde a década de 1970, mas desde a infância na região de Abaetetuba convive com a receita. "Antigamente a gente pilava as folhas no pilão de madeira, mas agora passa no processador", conta ela, que cozinha a maniva (folha pré-cozida) que Antonia traz do Pará, somando oito dias na panela.

Três dias antes de o prato ficar pronto é quando entram as carnes, as mesmas da feijoada (pé, orelha, rabo, paio, bacon, carne seca), e por isso o prato tem sabor que lembra a feijoada. É tradicionalmente servido com arroz branco e farinha d'água (a farinha de mandioca fermentada, como se faz no Norte).

A maniçoba também pode ser apreciada em restaurantes como Na Cozinha e Benedita, além do bar Bebo Sim (do mesmo dono do Benedita), que farão a receita especialmente por conta do Círio. No Amazônia Soul e no Lámen-Açú tem o ano todo, caso o cliente perca a festa.

Casa de cozinha paraense na Vila Mariana, o Amazônia Soul vai ter um bufê especial no dia 14, com receitas como maniçoba e ainda arroz de pato, pirarucu, casquinha de caranguejo e dadinho de tapioca (R$ 89,90, por pessoa).

SERVIÇO

Amazônia Soul

R. Áurea, 361, Vila Mariana. 5083-4046

Dia 14 (11h/17h), R$ 89,90 o bufê livre

Barú Marisqueria

R. Augusta, 2.542, Cerqueira César. 3062-0898

Dia 19 (12h/15h e 19h/23h), R$ 38 (maniçoba) e R$ 60 (tambaqui na brasa)

Benedita

R. Havaí, 258, Perdizes. 3875-4764

Dias 12 e 13 (12h/16h) e 14 (12h30/16h30), R$ 52 (maniçoba) e R$ 68 (pato no tucupi)

Bebo Sim

Av. Prof. Alfonso Bovero, 1.107, Perdizes. 2713-2828

Dias 13, 20 e 27 (13h/19h), R$ 40 (maniçoba) e R$ 54 (pato no tucupi)

Lámen-Açú

R. Guaraú, 120, Mirandópolis. 5589-9124

Fixo desde 2017, no almoço e no jantar, R$ 40 o bowl de arroz coberto por maniçoba, feito por paraense de família japonesa

Na Cozinha

R. Haddock Lobo, 955, Jardins. 3063-5377

Dias 11, 12 (12h/15h) e 13 (até 17h), R$ 49,90 (maniçoba) e R$ 55 (pato no tucupi)

Tordesilhas

Al. Tietê, 489, Jardins. 3107-7444

Hoje (17h/20h), Tacacá na Tietê, R$ 27 (cuia grande de tacacá)

Veja também:

 

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade