4 eventos ao vivo

Queda de árvore sobre carro mata mulher na zona sul de SP

Quatro pessoas ficaram presas nas ferragens, sendo duas crianças, uma de oito e outra de dez anos, além de um casal

1 dez 2020
17h37
atualizado em 2/12/2020 às 02h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Uma árvore caiu em cima de um veículo na Vila Mariana, zona sul de São Paulo, após a forte chuva registrada nesta terça-feira, 1º. No total, quatro pessoas ficaram presas nas ferragens, sendo duas crianças, uma de oito e outra de dez anos, além de um casal. A motorista não resistiu aos ferimentos e morreu.

O acidente aconteceu na Rua Dr Thirso Martins, 32, durante um temporal. De acordo com os bombeiros, as outras três vítimas foram resgatadas do veículo sem ferimentos graves. Ocorrências de quedas de árvores foram registradas em outros três pontos da Vila Mariana. No Ipiranga, um veículo foi atingido por uma árvore e as duas vítimas foram retiradas do local com segurança após o desligamento da rede elétrica.

A Secretaria Municipal de Segurança Urbana, por intermédio da Defesa Civil, informou que foram registradas a queda de 115 árvores e 32 galhos em São Paulo desde segunda-feira, 30. Equipes da subprefeitura atuam no apoio a remoção e limpeza destes locais.

A região da Vila Mariana ainda sofre com falta de energia desde o início da tarde. Por meio das redes sociais, moradores reclamam da situação desde às 14h. A reportagem não conseguiu entrar em contato com a Enel.

Ainda houve um desabamento no distrito de Sapopemba, na zona leste, após um caminhão desgovernado colidir com uma residência. Segundo o Corpo de Bombeiros, quatro pessoas estão sem ferimentos, incluindo o motorista, e outras cinco vítimas apresentam lesões graves.

ESTADO DE ALERTA

A cidade de São Paulo entrou em estado de alerta para alagamentos após registrar temporais em vários pontos nesta tarde. Cerca de oito áreas da capital estão com instabilidade, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura (CGE).

De acordo com o CGE, nas próximas horas o tempo segue instável com possibilidade de chuvas fortes, potencial para rajadas de vento, alagamentos e até queda de granizo.

Os registros da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostram aumento de lentidão na zona norte, com 33 quilômetros de congestionamento, e atenção para o centro, com 12 quilômetros. A Defesa Civil de São Paulo destaca a chuva isolada na região norte com ventos e raios, pedindo cuidado para a população nas próximas horas.

O alerta mais recente do CGE coloca a zona norte e a Marginal do Tietê como as principais regiões em estado de atenção desde as 13h40. Veja as regiões com alerta para alagamentos:

  • Zona Norte, desde às 13h40
  • Marginal Tietê, desde às 13h40
  • Zona Leste, das 14h10 às 16h08
  • Zona Sudeste, das 14h10 às 16h08
  • Zona Oeste, das 13h40 às 16h08
  • Centro, das 13h40 às 16h08
  • Marginal Pinheiros, das 13h40 às 16h08

Para os próximos dias, o cenário não muda. A tendência é de ocorrências de novos temporais sobre a Grande São Paulo a partir da tarde. São esperadas chuvas acompanhadas por raios, trovões, rajadas e vento e queda de granizo, A temperatura deve chegar aos 28°C.

Veja também:

Papai Noel radical faz rapel no bondinho do Pão de Açúcar
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade