0

Prédio de 3 andares desaba e mata pelo menos 4 na Bahia

Incidente aconteceu após uma forte chuva atingir a cidade

13 mar 2018
10h15
atualizado às 13h44
  • separator
  • comentários

Um prédio de três andares desabou nesta terça-feira (13) em Salvador, após uma forte chuva atingir a capital baiana. Até o momento, quatro mortes foram registradas.

Um garoto de 12 anos, Robert de Jesus, foi a primeira vítima fatal retirada dos escombros com a ajuda de moradores da Rua Alto de São João, no bairro de Pituaçu. Por volta das 11h30, as equipes de resgate localizaram o corpo de um homem já sem vida, cuja identidade ainda não foi revelada.

Outras duas mortes já foram confirmadas: a de Artur de Jesus, de um ano de idade, e a de Rosemeire Pereira de Jesus, de 34 anos. As três vítimas fatais cujos nomes já foram divulgados pertenciam a uma mesma família.

Até as 12h30, três pessoas tinham sido resgatadas com vida e encaminhadas para o Hospital Geral do Estado (HGE): uma mulher de 30 anos; um bebê de 11 meses, do sexo feminino, que teve traumatismo craniano e um homem de 29 anos, que sofreu ferimentos na face e escoriações.

Segundo os vizinhos, pelo menos seis pessoas viviam no imóvel, mas ainda não se sabe quantas delas estavam no local no momento do desabamento. Os trabalhos de busca continuam e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) montou uma estrutura emergencial na área, com seis ambulâncias e 15 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos.

Fortes chuvas atingem Salvador

O prédio que desabou fica na Rua Alto de São João, no bairro Pituaçu. Segundo a Defesa Civil de Salvador (Codesal), esta foi a ocorrência mais grave registrada na capital da Bahia em função da forte chuva que atinge a cidade nesta terça-feira (13), provocando acidentes de trânsito, deslizamentos e alagamentos em diversos pontos.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura de Salvador, o prédio de quatro pavimentos, incluindo a garagem, foi construído recentemente, de forma irregular e não ocupava área de risco.

Em nota, a prefeitura lamentou a tragédia e garantiu que a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza vai prestar toda a assistência necessária às famílias atingidas, incluindo as de seis residências vizinhas embargadas temporariamente. As famílias serão cadastradas e vão receber auxílio-moradia.

Segundo o Serviço Nacional de Meteorologia, informou que até amanhã (14), o tempo ficará instável em Salvador, com nebulosidade, chuvas isoladas e trovoadas.

Veja também

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade