1 evento ao vivo

vc repórter: poste inclinado é amarrado com corda em SC

Moradores de Florianópolis improvisaram para evitar acidentes; empresas divergem sobre causas da inclinação

31 jul 2015
17h58
atualizado às 18h34
  • separator
  • comentários

Na rua Portal das Flores, em Florianópolis, um poste foi amarrado com uma corda. Moradores da capital catarinense afirmam que adotaram tal “medida de segurança” para impedir uma maior inclinação e até a a queda da estrutura irregular, evitando possíveis acidentes. Distribuidoras de água e energia elétrica divergem sobre as causas do problema.

Moradores temem queda do poste inclinado
Moradores temem queda do poste inclinado
Foto: Adriano Miranda / vc repórter


O poste está localizado na altura do número 124 da via. O leitor Adriano Miranda afirmou que a amarração foi feita por moradores e pela Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento), que instalou uma rede de esgoto na via, entre maio e junho deste ano .

Siga o vc repórter no Twitter

Adriano disse que a estrutura ficou comprometida após a obra da Casan e que a situação está assim há mais de um mês. Segundo ele, a população local já acionou a prefeitura, a Casan e a Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), mas as autoridades “disseram que o poste não cairia” e nenhuma providência foi tomada.

Procurada pelo Terra, a Casan alegou  que o poste da Celesc é de madeira e já estava inclinado antes da instalação da rede de esgoto na rua. A empresa reforçou que o único dano causado pela obra aconteceu no muro de uma residência, o qual, segundo a concessionária, já foi refeito.

A companhia disse ainda que seus funcionários não ajudaram a amarrar o poste e que o serviço foi feito por um dos moradores, para evitar maior inclinação da estrutura durante a escavação da rede de esgoto. Segundo a Casan, um fiscal da empresa informou a Celesc sobre a situação do poste.

O engenheiro Adriano Luz, chefe da Divisão Técnica da Agência Regional de Florianópolis da Celesc, afirmou que, com base na foto enviada pelo leitor, foi possível perceber que a inclinação deve-se às obras realizadas no entorno do poste, diferente do que relatou a Casan. Ele disse ainda que a concessionária não localizou reclamações referentes a esta situação em seu sistema.

Adriano afirmou que “a foto demonstra uma situação de risco” e que, por esse motivo, a Celesc programou, para o próximo sábado (1), uma visita de um técnico à rua Portal das Flores, para vistoriar o local. O engenheiro disse que, no início da próxima semana, será definida a data da programação do serviço. A Celesc adiantou que, quando o trabalho for realizado, haverá desligamento programado de energia elétrica para as 70 unidades consumidoras da região.

Por volta das 17h30 desta sexta-feira (31), a prefeitura entrou em contato com a reportagem e afirmou que, segundo o diretor-geral da Secretaria Municipal de Obras, Américo Pescador, “o pedido de correção de prumo no poste foi feito durante o projeto Prefeitura no Bairro, que, há duas semanas, esteve em Ponta das Canas”.

Américo explicou que o poste não pertence à estrutura da Celesc e é “quase particular”, servindo a duas residências da rua. Ele contou que o responsável pela Intendência da área disse que tentaria corrigir o poste, que não estaria com risco de queda, apesar da inclinação. A Celesc seria acionada apenas se não fosse possível realizar o serviço.

Diante da denúncia enviada pelo leitor, a prefeitura disse que Américo se comprometeu a entrar novamente em contato com a Intendência, “para apressar a correção”.

O leitor Adriano Miranda, de Florianópolis (SC), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui ou envie pelo aplicativo WhatsApp, disponível para smartphones, para o número +55 11 97493.4521.

vc repórter

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade