0

Plano deve minimizar transtornos no transporte público do Rio

25 fev 2014
17h15
  • separator
  • 0
  • comentários

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro (Agetransp) lançou nesta terça-feira o Plano de Contingência Integrado, que deverá ser adotado pelas concessionárias de transporte público de alta capacidade reguladas pela agência, com a participação da Federação de Transportes do Rio de Janeiro (Fetranspor).

Segundo o presidente da Agetransp, Cesar Mastrangelo, entre as novas medidas, está o cartão Siga Viagem, que vai atender os usuários de barcas, metrô e trens, quando houver interrupção dos serviços de transporte. O cartão dará ao usuário direito a passagens em qualquer meio de transporte público municipal e intermunicipal que aceite o Bilhete Único, que atende a mais de 2,4 milhões de pessoas.

“Se houver previsão de que qualquer interrupção do sistema vai demorar mais de 30 minutos, o plano é iniciado e o usuário tem acesso imediato a esse cartão e pegará qualquer modal. Esse tempo foi estipulado com (base em) estatísticas dos modais e se tiver que melhorar e diminuir o tempo, faremos isso”, explicou Mastrangelo, ao adiantar que o bilhete tem validade de um ano, caso o portador não queira usá-lo no dia em que o receber.

Nos primeiros 60 dias do plano, contados a partir de amanhã, o cartão será de papel. O modelo definitivo, de plástico rígido e com chip de segurança, estará pronto depois desse período. Cada concessionária arcará com os custos de implementação do cartão Siga Viagem.

As concessionárias também deverão informar aos usuários de forma clara e precisa sobre o acionamento do plano e os procedimentos a serem adotados para recebimento do cartão Siga Viagem, bem como orientação nas estações sobre locais e linhas de ônibus a serem usados para continuar o trajeto, por exemplo. As concessionárias terão 30 dias para apresentar o protocolo de atuação detalhado sobre as ações planejadas para o cumprimento do Plano de Contingência Integrado.

Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade