4 eventos ao vivo

vc repórter: pedestres enfrentam matagal e se arriscam em SP

Leitora afirmou que criminosos se aproveitam da situação e se escondem no mato para praticar assaltos na avenida Escola Politécnica

22 jul 2015
16h53
atualizado às 17h21
  • separator
  • comentários

Uma grande quantidade de mato bloqueia a circulação de pedestres na altura do número 5950 da avenida Escola Politécnica, na região do Rio Pequeno, zona oeste de São Paulo. De acordo pessoas que frequentam o local, as folhas tomaram conta da "passagem precária” destinada a quem circula a pé pela via.

Excesso de mato impede a circulação de pedestres
Excesso de mato impede a circulação de pedestres
Foto: Maria Estela Bicudo / vc repórter


A leitora Maria Estela Bicudo afirmou que, além de não haver calçada ou faixa de pedestres na avenida, as pessoas que caminham por ali precisam atravessar o “matagal” ou andar pela via movimentada, expondo-se ao risco de serem atingidas por veículos. Ela acrescentou que, às vezes, é necessário desviar do entulho espalhado ao longo da passagem e pular o guard-rail para acessar o ponto de ônibus que atende a região, na rodovia Raposo Tavares.

Siga o vc repórter no Twitter

Maria Estela contou ainda que criminosos se aproveitam da pouca visibilidade garantida pelo excesso de mato e se escondem no local para praticar assaltos. A leitora afirmou que os moradores se queixam da situação há vários anos, mas nenhuma providência foi tomada pelas autoridades responsáveis.

Procurada pelo Terra, a prefeitura, por meio da Subprefeitura Butantã, informou que está trabalhando com equipes de limpeza na região da avenida Escola Politécnica há cerca de 40 dias e que deve chegar ao ponto indicado pela leitora “entre o fim desta semana e o início da próxima”.

Quanto à dificuldade de acesso ao ponto de ônibus da Raposo Tavares, a administração municipal afirmou que, pela localização, “é possível que alguns dos problemas sofridos pelo cidadão sejam de responsabilidade de outros órgãos”.

Questionada sobre a possibilidade de instalar calçadas na avenida, a subprefeitura não se manifestou.

A leitora Maria Estela Bicudo, de São Paulo (SP), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui ou envie pelo aplicativo WhatsApp, disponível para smartphones, para o número +55 11 97493.4521.

vc repórter

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade