1 evento ao vivo

Morre homem que vivia com 2 corações após transplante em SP

11 mar 2009
21h34
  • separator

Morreu na madrugada desta terça-feira o homem de 53 anos que vivia com dois corações após ter feito um transplante, realizado no Instituto do Coração (Incor), em São Paulo. Na semana passada, ele havia recebido o coração de um motoboy que morreu na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo.

De acordo com a assessoria do Incor, desde a cirurgia ela apresentava quadro estável, porém considerado crítico. Na noite de terça-feira, seu estado evoluiu com instabilidade. Por volta das 4h30, o paciente morreu de falência múltipla dos órgãos.

Ainda segundo o Incor, o corpo saiu do hospital durante esta tarde e será sepultado em Belém (PA), cidade em que o homem vivia.

O transplante
O paciente de 53 anos sofria de duas doenças graves: a miocardiopatia dilatada, que é quando o músculo do coração aumenta de tamanho e perde a força para bombear o sangue, e a hipertensão pulmonar.

Por isso, os médicos optaram por deixar o coração antigo, que ficou responsável por conter a alta pressão de sangue nos pulmões. O novo órgão ficou com a função de bombear o sangue para o resto do corpo.

Os dois órgãos iriam funcionar de forma simultânea até que o coração transplantado assumisse todas as funções.

Veja também:

Governo teme que atos de rua cresçam e se tornem pró-impeachment
Fonte: Redação Terra
publicidade