0

Mesmo sem horário de verão, celulares adiantam relógio

Redes de telefone atualizaram dispositivos automaticamente; horário de verão foi suspenso por um decreto presidencial em abril

20 out 2019
07h50
atualizado às 09h59
  • separator
  • 0
  • comentários

Na manhã deste domingo, 20, parte da população foi surpreendida pela atualização errônea do horário de verão em celulares e outros dispositivos. O horário foi atualizado automaticamente pelas operadoras de telefonia, já que o horário de verão começava tradicionalmente no terceiro final de semana de outubro, na madrugada entre sábado e domingo.

Foto: Henry Nicholls / Reuters

Neste ano, porém, um decreto do presidente Jair Bolsonaro suspendeu a medida, criada para economia de eletricidade. O presidente afirmou que a medida foi tomada após estudos que mostraram mudanças no consumo de energia nos últimos anos.

Que horas são?

A atualização é realizada de acordo com Banco de Dados Global da Iana (Autoridade para Atribuição de Números de Internet, na sigla em inglês), usado pelos dispositivos eletrônicos. Para evitar a mudança, é necessário entrar no sistema de configuração de horários e desmarcar opções automáticas de "data e hora" e de "fuso horário".

A confusão com o novo horário repercutiu nas redes sociais. De acordo com o monitoramento do Google Trends, o termo "Quantas horas" teve mais de 5 mil pesquisas. Já no Twitter, o assunto ficou em primeiro lugar nos Trending Topics. Vários usuários relataram a confusão e muita gente chegou com antecedência aos compromissos deste domingo:

No ano passado, em que o horário de verão começou em 4 de novembro, o terceiro final de semana de outubro também foi marcado por confusão, já que celulares foram atualizados automaticamente.

Por que o horário de verão foi criado

Criada com a finalidade de economizar energia e aproveitar o maior período de luz solar durante os meses mais quentes do ano, quando os dias também são mais longos, a medida foi adotada no Brasil pela primeira vez em 1931 e implementada em caráter permanente a partir de 2008 e começaria no primeiro domingo do mês de novembro de cada ano, até domingo do mês de fevereiro do ano subsequente, em parte do território nacional. Só haveria mudança em ano que houvesse coincidência entre o domingo previsto para o término da hora de verão e o domingo de carnaval.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade