2 eventos ao vivo

Força-tarefa do Ministério Público reabre 15 inquéritos sobre Metrô de SP

6 ago 2013
08h39
atualizado às 08h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Ministério Público do Estado de São Paulo organizou uma força-tarefa para analisar 45 inquéritos envolvendo empresas que estão sob suspeita de fraudes em licitações do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Das 45 investigações, 15 estavam arquivadas devido a falta de provas - elas foram reabertas pelos 10 promotores que fazem parte da força-tarefa. As licitações estão sob apuração do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que investiga uma denúncia feita pela empresa Siemens de formação de cartel nos serviços de trens de São Paulo e do Distrito Federal. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Os 45 inquéritos analisados pela força-tarefa envolvem 19 empresas - número que coincide com o da investigação do Cade. A maioria dos inquéritos foi aberta em 2009, segundo o promotor Silvio Marques. A Siemens afirmou às autoridades que houve cartel nas licitações dos trens de SP e do DF entre 1998 e 2008. A empresa também teria feito parte do esquema, mas denunciou a irregularidade em um acordo de leniência que pode lhe dar imunidade caso haja punição aos envolvidos - uma negociação parecida com a delação premiada da Justiça penal.

Veja também:

Flagrado com dinheiro na cueca, Chico Rodrigues pede afastamento do Senado por 90 dias
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade