PUBLICIDADE

Festa de revéillon com público e queima de fogos espera definição nas capitais brasileiras

Índice de cobertura vacinal e indicadores epidemiológicos serão decisivos para liberação de festejos na virada do ano. São Paulo e Rio mantêm planos, já comitê de Belo Horizonte desaconselha evento. Salvador terá reunião nesta semana

25 nov 2021 22h02
ver comentários
Publicidade

O realização de réveillon com público e a tradicional queima de fogos do período entrou em compasso de espera nas capitais brasileiras. O atraso na vacinação e a persistência da pandemia podem prejudicar as festas da virada do ano em algumas das cidades em que esses festejos são tradicionais.

A prefeitura de Salvador espera definir o assunto nesta semana e o mesmo vale para Recife e Fortaleza. Em Belo Horizonte, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 desaconselhou a realização do evento, enquanto a prefeitura de Florianópolis já lançou o Verão da Virada 2022, que inclui a festa com queima de fogos.

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), deve se reunir até sexta-feira, 26, com o governador Rui Costa (PT) para definir o réveillon na capital baiana. No ano passado, em plena pandemia, a queima de fogos aconteceu sem público, transmitida pela internet.

Já as festas particulares com queima de fogos vão acontecer em mais de 20 locais na capital baiana. A última edição do festival da virada, na passagem de 2019 para 2020, reuniu 2 milhões de foliões durante os cinco dias de festa. O festival teve 49 apresentações artísticas e 70 horas de música.

São Paulo

Na cidade de São Paulo, a Prefeitura está se planejando para realizar o réveillon na Avenida Paulista. O prefeito Ricardo Nunes (MDB) disse em julho e em outubro deste ano que o evento estava sendo programado e voltaria a ser realizado após as interrupções forçadas pela pandemia de 2020 para 2021. Nesta quarta-feira, a capital paulista alcançou a marca de 100% da população adulta vacinada com a segunda dose ou dose única.

Rio

O prefeito Eduardo Paes (PSD) também planeja realizar o tradicional festejo na orla de Copacabana. Com ênfase, ele já vem repetindo desde julho que o evento ocorrerá em sua total capacidade, como em anos pré-pandemia. A prefeitura informou na semana passada que a rede municipal já não contava mais com pacientes com a doença

Recife

A prefeitura de Recife ainda não confirmou o Réveillon com público na capital pernambucana. "A decisão relativa à realização dos próximos ciclos festivos (Réveillon e Carnaval 2022) caberá às autoridades sanitárias. O Recife entende que apenas com a superação da pandemia será possível assegurar os eventos", disse, em nota.

Já a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado anunciou que haverá festa da virada em Fernando de Noronha. De acordo com a pasta, a liberação da festa aconteceu porque a ilha atingiu a meta de 100% da população adulta vacinada com as duas doses.

Pelo protocolo de entrada, somente as pessoas com a vacinação completa contra a covid-19 podem desembarcar no arquipélago. Atualmente, Fernando de Noronha não tem caso ativo de covid-19 - o último foi registrado em 24 de setembro. As atrações do Réveillon estarão no palco montado no Porto de Santo Antônio.

Fortaleza

Em Fortaleza, a festa do réveillon também está indefinida. O prefeito José Sarto (PDT) criou um grupo de trabalho para deliberar sobre a realização do evento com presença de público.

Segundo o gestor, a possibilidade de realizar a queima de fogos com a liberação das praias para o público já vinha sendo estudada pelo comitê da covid-19, devido à queda nos indicadores da pandemia. Uma das possibilidades é de que o réveillon seja permitido apenas para as pessoas que tenham completado o ciclo de imunização, mas há dúvidas sobre a forma de fazer esse controle.

Belo Horizonte

Em Belo Horizonte, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 desaconselhou a realização do réveillon, devido ao risco de aglomerações. Foram levados em conta os índices de vacinação abaixo do desejado e o risco de aparecimento de variantes do vírus.

A prefeitura, no entanto, liberou os eventos particulares. Conforme o presidente da Associação Mineira de Eventos e Entretenimento, Rodrigo Marques, as festas de fim de ano, aliadas ao fim da restrição de público definida pelo governo, vão impulsionar a retomada da economia.

Florianópolis

A prefeitura de Florianópolis já lançou o Verão da Virada 2022, que inclui o réveillon com queima de fogos. Os espetáculos pirotécnicos devem acontecer na Avenida Beira Mar, próximo da ponte Hercílio Luz, e em algumas praias, como Joaquina e Jurerê Internacional.

Manaus

Uma das cidades mais atingidas pela pandemia de covid-19, Manaus contará com atrações nacionais em sua festa de réveillon, entre elas o cantor Luan Santana, segundo divulgado pelo prefeito David Almeida.

Estadão
Publicidade
Publicidade