0

Feira online via Instagram vai oferecer produtos indígenas

Evento terá produtos das etnias tikuna, guarani, guajajara e anhanbe, e os produtos poderão ser enviados a qualquer parte do País

19 mai 2020
15h52
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

RIO - Em tempos de pandemia e isolamento social, índios de quatro etnias aderiram a outra maneira de vender seus produtos: uma feira online, que será realizada através de lives no Instagram neste fim de semana, 23 e 24 de maio. O evento terá produtos das etnias tikuna, guarani, guajajara e anhanbe, e os produtos poderão ser enviados a qualquer parte do País.

O projeto é organizado por Marina Carneiro, da Retoke, um canal colaborativo - ou coletivo de marcas - para pequenos produtores. "O que fazemos é falar com o público, seja o produtor ou o consumidor. A ideia da live surgiu para que a gente pudesse nos aproximar um pouquinho da realidade do nosso mundo físico e nos conectarmos de alguma forma", disse Marina. A parceria com os representantes das quatro etnias indígenas está ocorrendo pela primeira vez.

Marina explica que cada expositor fará uma live a partir de seu próprio local de moradia ou trabalho para apresentar os produtos. Quem quiser adquiri-los, usará a plataforma de vendas da Retoke. "No Rio, teremos uma equipe de motoboys que entregará na zona sul, Tijuca e entorno, Barra, Recreio, Jacarepaguá e também em Niterói. Produtos de gastronomia será enviado no mesmo dia, e de moda ou artesanato em até 3 dias." Para outras regiões, as entregas serão feitas pelo correio.

Uma das participantes será We'e'ena Tikuna, que representa o povo tikuna, do Amazonas. Ela mora no Rio e tem uma grife que produz roupas e assessórios que remetem à arte indígena. "Nós, indígenas, por muito tempo fomos tutelados, como se não soubéssemos falar ou defender nossos direitos. Hoje, com minha grife, eu mostro para as pessoas que nós somos os próprios protagonistas de nossa história", ressalta.

We'e'ena se mostra entusiasmada com a feira online. "Vamos levar nossa arte, nossas biojoias, colares, brincos, grafismos e roupas. A gente vendia nas universidades, em feiras ao ar livre, e muitos desses eventos foram cancelados por causa da pandemia", diz. "Estamos felizes de poder participar, levar nossa arte. É o momento de mostrar nossa união, não importa se é negro, se é branco ou se é índio. O mundo está nesse clima de doença e não sabemos quando vai passar. Já perdemos muitos parentes indígenas. Estamos passando por uma tempestade, mas é uma forma de levarmos alegria."

Além das etnias indígenas, a feira terá ainda exposição de produtos de outras marcas de moda, gastronomia e beleza.

SERVIÇO: Feira Online Retoke

Quando: 23 e 24 de maio, a partir das 10h

Onde: Instagram / @retoke

Veja também:

Procuradoria abre investigação sobre vazamento de informações da 'Furna da Onça' a Flávio Bolsonaro
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade