0

Cidades catarinenses preparam retomada do transporte coletivo para a próxima semana

Na Grande Florianópolis, cidades vizinhas devem retomar os serviços no dia 8, no entanto, o transporte metropolitano só poderá operar a partir do dia 17, quando estará liberada a circulação de ônibus nos terminais que ficam na capital

3 jun 2020
13h56
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

FLORIANÓPOLIS - As principais cidades de Santa Catarina anunciaram a retomada do transporte coletivo a partir da próxima segunda-feira, dia 8. A decisão veio após o governador Carlos Moisés (PSL) permitir que prefeitos decidam sobre as regras de flexibilização da quarentena implantada em 17 de março por causa do novo coronavírus. Em Florianópolis, o retorno do serviço deve ocorrer após um mês da medida restritiva e está previsto para a quarta-feira, 17.

A regulação do serviço ficará a cargo das prefeituras, que devem publicar regras específicas para o funcionamento do serviço nos próximos dias. Em Blumenau, com retorno marcado para o dia 8, a prefeitura estuda possibilidade de operar com horários reduzidos e restringir o acesso de idosos, permitindo apenas aqueles que embarcarem para consultas médicas. Já em Balneário Camboriú, a empresa que opera o serviço alega dificuldades financeiras e diz não ter condições para retomada imediata dos serviços.

Na Grande Florianópolis, as cidades vizinhas devem retomar os serviços no dia 8, no entanto, o transporte metropolitano só poderá operar a partir do dia 17, quando estará liberada a circulação de ônibus nos terminais que ficam na capital.

Segundo o prefeito Gean Loureiro (DEM), o transporte em Florianópolis vai operar inicialmente de segunda a sexta e também haverá alteração de horários para entrada e saída de funcionários em determinadas atividades.

Não será permitido pagamento em dinheiro e um sistema de QR Code será implantado para registrar os usuários. A medida, segundo o gestor, poderá auxiliar na identificação de pessoas infectadas que já tenham sido submetidas a testes e que estejam utilizando o serviço de transporte público. O uso do sistema será voluntário.

Frota reduzida

A frota da capital também estará equipada com álcool em gel e só poderá transportar 40% da capacidade máxima dos veículos. Também será realizada a testagem de todos os profissionais do transporte coletivo.

O serviço também volta a funcionar em Joinville, cidade que registra o maior número de mortes (23) e de internações (88) e que vai retomar o transporte no dia 8. Na semana passada, em coletiva de imprensa concedida após visita do governador Carlos Moisés à cidade, o prefeito Udo Dohler (MDB) afirmou que "é essencial que esse vírus alcance a população como um todo para criar anticorpos".

Entre as principais cidades que anunciaram a retomada do transporte estão Criciúma, Lages e Chapecó, esta última ainda sem data definida.

Santa Catarina tem 9.660 casos confirmados do novo coronavírus e 148 mortes. Pelo menos 740 pessoas estão internadas no Estado, sendo 319 em UTIs. Joinville, Chapecó, Itajaí, Florianópolis e Criciúma são as cidades com maior número de pessoas internadas por causa da doença. O número de infectados e mortos deu um salto após a reabertura do comércio, em abril.

Na semana passada, em Itajaí, pacientes precisaram ser transferidos após o Hospital Marieta Konder Bornhausen atingir 100% dos leitos ocupados para tratamento da covid-19.

Consultada sobre a retomada do transporte coletivo, a prefeitura de Itajaí informou que o assunto ainda está sendo definido pela administração municipal. "Neste momento ainda não temos o detalhamento se a circulação de ônibus será retomada na próxima semana e, em caso positivo, como será o formato adotado", disse a gestão municipal.

Veja também:

Bolsonaro já admitiu que Wassef era seu advogado
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade