0

vc repórter: chuva em SC supera média esperada para julho

A Defesa Civil do Estado informou que há risco de deslizamento de terra em toda a região metropolitana de Florianópolis

24 jul 2015
12h25
atualizado em 26/7/2015 às 20h17
  • separator
  • comentários

As fortes chuvas que atingiram Santa Catarina, na madrugada desta sexta-feira (24), provocaram alagamentos e geraram transtornos em diversas cidades. De acordo com a Defesa Civil do Estado, em algumas horas, municípios da região metropolitana de Florianópolis superaram a média de chuva esperada para todo o mês de julho.

Chuvas provocaram estragos em Palhoça
Chuvas provocaram estragos em Palhoça
Foto: Jackson Joaquim Jaques / vc repórter


O maior índice foi registrado em São José, que acumulou 152 milímetros de chuva. Florianópolis aparece em segundo lugar, com 150 milímetros, seguida por Garopaba, com 143 milímetros, Palhoça, com 105 milímetros, Antônio Carlos, com 83 milímetros, Santo Amaro da Imperatriz, com 77 milímetros, e Laguna, com 75 milímetros. A média esperada o mês inteiro era de 90 a 110 milímetros, segundo a Defesa Civil.

Siga o vc repórter no Twitter

A autoridade estadual afirmou que Florianópolis, São José e Palhoça foram as cidades mais afetadas pela chuva. Houve alagamentos pontuais, mas a Defesa Civil não chegou a ser acionada e, por isso, não soube informar os locais exatos. Não há registro de vítimas.

O órgão informou que, devido aos altos índices acumulados de chuva, há risco de deslizamentos de terra em toda a região da Grande Florianópolis. A Defesa Civil alertou que “deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes”, e acrescentou que, neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal (199) ou o Corpo de Bombeiros (193).

Rua de Palhoça fica alagada após chuvas
Rua de Palhoça fica alagada após chuvas
Foto: Jackson Joaquim Jaques / vc repórter


A chuva mais intensa prevista para hoje ocorreu na madrugada, segundo a Defesa Civil. Durante o dia, o tempo permanece instável, com chuva mais fraca do centro ao litoral do estado. A previsão é que chova de 20 a 30 milímetros, em média, nas próximas horas.

Até sábado, o estado deve registrar vento moderado e rajadas de 50 a 70 quilômetros por hora, no litoral. O mar estará agitado, com risco para navegação e atividades de pesca.

A Defesa Civil recomendou ainda que, em casos de alagamento, deve-se evitar o contato com as águas, dirigir apenas em lugares que não estejam alagados, evitar transitar em pontilhões e pontes submersas, e tomar cuidado com crianças em áreas próximas de rios e ribeirões.

Os leitores Brayan Santos, de Florianópolis (SC), e Jackson Joaquim Jaques, de Palhoça (SC), participaram do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui ou envie pelo aplicativo WhatsApp, disponível para smartphones, para o número +55 11 97493.4521.

vc repórter

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade