2 eventos ao vivo

Ceará tem quinta madrugada de ataques

7 jan 2019
14h29
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar de redução com chegada da Força Nacional, onda de violência contra veículos, prédios públicos e estabelecimentos comerciais continua, com mais de 120 ocorrências e 148 suspeitos detidos.Ataques a veículos e prédios públicos ocorreram pela quinta madrugada consecutiva nesta segunda-feira (07/01) no Ceará. Desde sexta-feira passada, homens da Força Nacional de Segurança Pública reforçam o policiamento ostensivo no estado.

Desde que começaram os ataques, na quarta-feira passada, mais de 120 ocorrências foram registradas. No balanço mais recente, a Secretaria de Segurança confirmou a prisão de 148 suspeitos de participação nos ataques a veículos, prédios públicos e estabelecimentos comerciais.

Desse total, 38 foram presos entre a noite de domingo e a manhã desta segunda-feira. A Secretaria de Segurança também afirmou que houve redução das ocorrências após trabalho conjunto das forças de segurança, incluindo os agentes federais da Força Nacional de Segurança.

Os ataques, que chegaram a 45 na quinta-feira e 38 no sábado, caíram para 23 no domingo, afirmou o Ministério da Justiça e da Segurança Pública. Os agentes da Força Nacional de Segurança estão atuando nas ruas de Fortaleza e região metropolitana e também escoltam ônibus do transporte público.

Com o aumento da segurança na capital, foram registradas ocorrências no interior. Uma estação ambiental foi atacada em Icapuí, litoral leste, perto da divisa com o Rio Grande do Norte. Em Icó, cidade a 360 quilômetros de Fortaleza, a sede da Câmara Municipal e uma rádio foram alvejadas a tiros. Não há registro de feridos. Em Reriutaba, uma ambulância foi incendiada dentro do estacionamento do hospital municipal.

Na capital e região metropolitana, uma concessionária de motocicletas sofreu um ataque de criminosos, que incendiaram a oficina no bairro Couto Fernandes, por volta das 2h. A área foi totalmente destruída pelas chamas, incluindo ao menos três motocicletas de clientes que estavam em revisão. Em outro bairro da periferia da capital, o Pan-Americano, um supermercado foi atacado.

Na noite de domingo, a Secretaria de Administração Penitenciária confirmou a transferência imediata de 20 líderes de facções criminosas, presos no sistema carcerário estadual, para presídios federais administrados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

A identidade dos detentos não foi divulgada, mas são lideranças das facções que atuam no estado, vinculadas a grupos como o Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE). Também não foi informado para quais dos cinco presídios federais os presos estão sendo remanejados.

O governo afirmou que avalia a transferência de mais presos ao longo dos próximos dias. O Ministério da Justiça e Segurança Pública ofereceu 60 vagas ao governo do Ceará. Os presídios federais são de segurança máxima.

A população carcerária do estado ultrapassa os 29,5 mil detentos, incluindo presos provisórios e dos regimes semiaberto e fechado. O número total de vagas, no entanto, é de pouco mais de 13 mil, somando todas as unidades prisionais do estado. A lotação excede a capacidade em 60%.

A Força Nacional de Segurança participa das ações no Ceará com um efetivo de 330 agentes e 20 viaturas, em ações de patrulhamento ostensivo, preventivo e repressivo em pontos de grande circulação, como terminais rodoviários e vias. Os agentes federais permanecerão no estado pelo prazo inicial de 30 dias, que poderá ser prorrogado.

AS/abr/efe

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade