0

Brasileiros são resgatados de ilha do Caribe atingida por furacão Irma

13 set 2017
13h49
  • separator
  • comentários

Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) desembarcou nesta quarta-feira, em Brasília, com 14 pessoas resgatadas da ilha de Saint Martin, onde quase um terço das construções da parte holandesa foi destruído pelo furacão Irma.

Desembarque em base aérea de Brasília após resgate em Saint Martin, devido a furacão Irma
 13/9/2017 REUTERS/Adriano Machado
Desembarque em base aérea de Brasília após resgate em Saint Martin, devido a furacão Irma 13/9/2017 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

O avião presidencial VC-2 trouxe a bordo sete brasileiros, quatro holandeses, dois venezuelanos e um norte-americano que ficaram presos na ilha do Caribe que tem cerca de 95 mil habitantes, informou a FAB, em comunicado.

A missão foi organizada pelo Itamaraty em contato com o brasileiro Helton Laufer, um dos únicos moradores da ilha com acesso a sistemas de comunicação.

"O brasileiro não têm experiência com esses fenômenos. Pensamos que se todos estavam ficando na ilha, poderíamos ficar também. Se soubéssemos o quão forte seria, teríamos ido embora antes", disse Helton, segundo nota da Força Aérea Brasileira.

O paulista Ricardo Passarelli, que também sobreviveu à passagem do furacão por Saint Martin, disse que 95 por cento da ilha ficou destruída. "O teto da casa em que eu morava não existe mais. Onde o furacão passou, derrubou tudo", afirmou.

A Cruz Vermelha da Holanda informou na terça-feira que quase um terço dos edifícios da parte holandesa, Saint Maarten, foi destruído e que mais de 90 por cento das construções foram danificadas pelo furacão.

O restante da ilha caribenha é administrado pela França.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade