2 eventos ao vivo

Brasil tem quase 25 mil casos de covid-19 e 631 mortes em 24 horas

12 jul 2020
18h56
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Ao todo, país já soma 1,86 milhão de infecções e mais de 72 mil óbitos causados pelo vírus, segundo dados do Ministério da Saúde. Mundo bate novo recorde de casos, causado principalmente por EUA e Brasil.O Brasil registrou 631 mortes por covid-19 e 24.831 casos confirmados da doença nas últimas 24 horas, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde divulgados neste domingo (12/07).

Banhistas têm desrespeitado proibição de aglomeração nas praias do Rio de Janeiro
Banhistas têm desrespeitado proibição de aglomeração nas praias do Rio de Janeiro
Foto: DW / Deutsche Welle

O balanço diário eleva o total de infecções para 1.864.681. O país soma ainda 72.100 óbitos causados pelo Sars-Cov-2, segundo números oficiais. Ao todo, 1.123.204 pacientes se recuperaram da doença, e 669.377 estão em acompanhamento, afirma o Ministério da Saúde.

Diversas autoridades e instituições de saúde em todo o país alertam, contudo, que os números reais de casos e mortes devem ser ainda maiores, em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação. Os números de óbitos e casos reportados no fim de semana também costumam ser mais baixos, já que equipes responsáveis pela notificação funcionam em escala reduzida.

Ao longo da última semana, o país registrou mais de 40 mil casos diários e mais de 1.200 mortes todos os dias, com exceção da segunda-feira, quando os números também têm sido mais baixos.

São Paulo é o estado brasileiro mais atingido pela epidemia, com 371.997 casos e 17.848 mortes. O número de infectados no território paulista supera até mesmo os registrados em países europeus duramente atingidos pela crise de covid-19, como Reino Unido, Espanha e Itália.

Dos 645 municípios paulistas, 633 registraram ao menos um caso de covid-19. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 64,6% na Grande São Paulo e 65,9% no estado. O número de pacientes internados é de 14.769, sendo 8.756 em enfermaria e 6.013 em unidades de terapia intensiva, conforme dados divulgados na manhã deste domingo pela Secretaria de Saúde do estado.

O Ceará é o segundo estado brasileiro com maior número de casos, somando 136.785, e o terceiro em número de mortos, com 6.868 vítimas. Já o Rio de Janeiro tem 129.684 infecções e 11.415 óbitos, o que o coloca atrás de São Paulo como o segundo estado com mais mortes.

Segundo o Ministério da Saúde e o Conass, a taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes é atualmente de 34,3 no Brasil - cifra bem acima da registrada em países vizinhos como a Argentina (4,07) e o Uruguai (0,87), considerados exemplos no combate à pandemia.

Por outro lado, nações europeias duramente atingidas, como o Reino Unido (67,5) e a Bélgica (85,64), ainda aparecem bem à frente. Esses países começaram a registrar seus primeiros casos antes do Brasil, e o número de óbitos diários está atualmente na faixa das dezenas, com o pico tendo sido registrado em abril e maio.

Em números absolutos, o Brasil é o segundo país do mundo com mais infecções e mortes por coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos, que já acumulam mais de 3,28 milhões de casos e mais de 135 mil óbitos.

O país bateu um novo recorde de casos diários neste sábado, ao registrar mais de 66,5 mil novas infecções em apenas 24 horas, segundo a Universidade Johns Hopkins - no mesmo dia, o presidente Donald Trump apareceu de máscara em público pela primeira vez. Em quatro dos últimos cinco dias, os EUA somaram mais de 60 mil casos diários.

Neste domingo, o mundo também registrou um recorde de novos casos, com uma cifra de 230.370 ocorrências em 24 horas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). O aumento foi puxado principalmente por confirmações nos Estados Unidos, Brasil, Índia e África do Sul. O recorde anterior da OMS era de 228.102 infecções, registrado em 10 de julho.

As mortes permaneceram estáveis em cerca de 5 mil por dia. Ao todo, o planeta já soma mais de 12,8 milhões de casos em 188 países e regiões, além de 567 mil mortes pelo novo coronavírus.

EK/abr/ots

_____________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| App | Instagram | Newsletter

Veja também:

Lava Jato prende secretário de Transportes de SP por supostos desvios na Saúde
Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade