PUBLICIDADE

"Não gosto de pessoas assim encostando na minha comida", diz mulher que exigiu entregador branco ao pedir comida

O fato ocorreu na cidade de Campo Bom

15 nov 2023 - 16h40
(atualizado em 16/11/2023 às 13h31)
Compartilhar
Exibir comentários

No município de Campo Bom, em uma pastelaria, nesta terça-feira, um recente incidente envolvendo um pedido de comida em uma plataforma de entrega ganhou destaque devido a uma solicitação discriminatória feita por uma cliente identificada como Andressa. No campo de observações do pedido, a mulher requisitou explicitamente que o entregador fosse branco, expressando sua aversão a pessoas negras e insinuando preocupações infundadas sobre a manipulação de sua comida.

Foto: Divulgação / Porto Alegre 24 horas

O único entregador disponível na loja em questão é Gabriel Ferraz, um profissional negro. O caso levanta questionamentos sobre discriminação racial e tem suscitado debates sobre como lidar com atitudes preconceituosas em serviços de entrega.

Não está claro se a atitude de Andressa foi motivada por vingança relacionada a uma entrega anterior.

A repercussão nas redes sociais e a indignação pública evidenciam a urgência de abordar e combater o racismo sistêmico presente em diversos setores da sociedade.

Em nota, o IFood afirma que repudia veemente qualquer atitude racista, seja ela física ou verbal. A empresa de delivery tomou conhecimento do comentário racista e prontamente identificou o usuário, que criou a conta no aplicativo no dia 14/10/2023 e realizou apenas um pedido, que foi feito à pastelaria na cidade de Campo Bom. O IFood informa que está tomando as medidas cabíveis contra o caso e para o bloqueio do cliente da plataforma. 

Confira o pedido:

Foto: Porto Alegre 24 horas
Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade