PUBLICIDADE

Maria Padilha fala sobre ajuda de Lázaro Ramos na criação de seu filho negro

A atriz comentou os conselhos que recebeu e situações de racismo que seu filho passou

19 jun 2024 - 11h02
(atualizado em 21/6/2024 às 12h18)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A atriz Maria Padilha revelou que recebeu conselhos de Lázaro Ramos sobre como criar um filho negro e evitar situações de racismo na rua.
Maria Padilha revelou que seu filho chegou a ser confundido com um criminoso em Ipanema
Maria Padilha revelou que seu filho chegou a ser confundido com um criminoso em Ipanema
Foto: Reprodução: Instagram/mpadilhareal

A atriz Maria Padilha, de 64 anos, é mãe de Manoel, um menino negro de 12 anos. Em recente entrevista, ela compartilhou que Lázaro Ramos desempenhou um papel importante ao ajudá-la a compreender melhor as experiências e os desafios que seu filho enfrenta. Ela também relatou alguns casos de racismo que Manoel sofreu.

“Quando ele era bebê, a babá contou que quando passeava com ele na rua perguntavam se ele era filho da Camila Pitanga ou do Lázaro Ramos, porque na cabeça das pessoas, um menino negro, bem vestido, com babá, tem que ser filho de um dos dois. Já tive situações barras-pesadas em restaurantes”, contou à revista Caras.

A atriz mencionou que Lázaro ofereceu conselhos sobre como lidar com o racismo no cotidiano. "O Lázaro Ramos uma vez me falou para não deixar o Manoel sem camisa na rua, porque de repente ele pode correr, porque criança corre, e um menino negro sem camisa podem achar que é ladrão”, disse.

Em seguida, Maria Padilha contou sobre uma situação que Manoel passou quando foi confundido com um criminoso. “Estávamos em Ipanema, ele não estava de tênis, mas estava bem vestido, correndo com o celular na mão e de repente ouvi: ‘Pega ladrão!’ e veio a policia pegar ele. Eu passei um sabão na polícia”, revelou à revista Caras.

Ela explicou que o medo do que pode acontecer com o seu filho fora de casa a fez ser mais rígida quanto ao visual dele. “É uma guerra aqui. Saiu tem que botar camisa, tênis, tem que andar bem vestido, é surreal o que a gente tenta proteger”.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade