PUBLICIDADE

Itália confirma banimento de torcedor em estádio por racismo

Condenado entoou cantos ofensivos ao jogador belga Romelu Lukaku

10 jan 2024 - 15h22
(atualizado às 16h03)
Compartilhar
Exibir comentários
Lukaku atuava pela Inter à época da ofensa
Lukaku atuava pela Inter à época da ofensa
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

A Corte de Cassação da Itália confirmou a validade da chamada Daspo, que impede que torcedores violentos frequentem estádios, contra o homem que proferiu insultos racistas contra o jogador Romelu Lukaku durante uma partida entre Internazionale, então clube do belga, e Juventus.

7 tipos de racismo para não reproduzir 7 tipos de racismo para não reproduzir

O torcedor bianconero é residente de Vibo Valentia, na Calábria, comerciante, e ficará obrigado a se apresentar à delegacia local ao fim do primeiro tempo de cada partida da Juventus dos próximos cinco anos.

A medida do chefe de polícia de Turim, datada de 28 de abril de 2023, foi confirmada por um juiz de instrução do tribunal da cidade de Turim em 8 de maio.

O Daspo foi considerado válido pela Corte de Cassação, mesmo que, no âmbito da justiça penal, o Ministério Público já tivesse solicitado o arquivamento por insignificância do fato.

O torcedor entoou cantos racistas durante uma partida da Copa da Itália após um pênalti marcado por Lukaku.

O torcedor, em sua apelação, reclamava, entre outras coisas, que a polícia não levou em consideração "o comportamento do jogador", que teria "provocado o público".

Entenda a diferença entre racismo e injúria racial:
Ansa - Brasil   
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade