PUBLICIDADE

Dono de bar é morto por cliente com canivete ao defender funcionária de assédio sexual

O empresário Carlos dos Santos Monteiro, o Nenê, tinha 57 anos e era proprietário do Malta Rock Bar, na Saúde. Ele foi assassinado na rua em frente ao estabelecimento

17 jun 2024 - 09h21
(atualizado às 11h28)
Compartilhar
Exibir comentários

O dono de um bar de rock da Zona Sul de São Paulo foi morto com golpes de canivete no pescoço e nas costas por um cliente.

Carlos Monteiro (à esq.), dono de bar. foi morto pelo cliente Diego Pereira, que usou um canivete para cometer o crime —
Carlos Monteiro (à esq.), dono de bar. foi morto pelo cliente Diego Pereira, que usou um canivete para cometer o crime —
Foto: Reprodução/Redes sociais e Polícia Civil / Perfil Brasil

O proprietário expulsou o homem por ele ter cometido assédio sexual contra uma funcionária. O empresário Carlos dos Santos Monteiro, o Nenê, tinha 57 anos e era proprietário do Malta Rock Bar, na Saúde. Ele foi assassinado na rua em frente ao estabelecimento.

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou que o crime aconteceu no final da noite de sábado (15).

Cliente com canivete é desarmado e preso em flagrante

O agressor foi contido e desarmado por alguns frequentadores do bar até que a Polícia Militar (PM) chegasse ao local. Diego de Almeida Pereira foi preso em flagrante pelo assassinato. Ele tem 34 anos e trabalha como encarregado.

Segundo o boletim de ocorrência (BO) do caso lavrado pela Polícia Civil, testemunhas contaram que Diego falava frases "desconexas" e tinha sinais de embriaguez, além de aparentar estar sob efeito de drogas.

As pessoas que estavam no bar também contaram à PM que Diego não era um cliente conhecido. De acordo com relatos das testemunhas, o homem entrou no estabelecimento e assediou uma mulher, que deu um soco nele para se defender.

Diego estava "perturbando" outros clientes do local, segundo as testemunhas. Carlos notou que o agressor estava armado com uma "faca". O dono do bar ainda perguntou a homem: "O que você vai fazer com essa faca?".

Após isso, o proprietário colocou o homem para fora do estabelecimento e foi ferido por Diego com golpes de canivete.

A arma que Diego usou para matar Carlos foi apreendida. O caso foi registrado como homicídio qualificado por emboscada no 16º Distrito Policial (DP), Vila Clementino.

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade