PUBLICIDADE

Dono de bar de rock é morto por cliente após defender funcionária de assédio em São Paulo

Suspeito foi contido por testemunhas e preso pela PM; corpo de Carlos Monteiro 'Nenê' será sepultado nesta segunda-feira

17 jun 2024 - 07h38
(atualizado às 11h29)
Compartilhar
Exibir comentários

O dono do Malta Rock Bar, na zona sul de São Paulo, foi morto com golpes de canivete dentro do próprio estabelecimento na noite de sábado, 15. O agressor foi contido por outros clientes e preso no local.

Carlos Monteiro, conhecido como Nenê, era dono do Malta Rock Bar, na zona sul de São Paulo
Carlos Monteiro, conhecido como Nenê, era dono do Malta Rock Bar, na zona sul de São Paulo
Foto: Reprodução/carlosmonteiro.nene no Facebook / Estadão

Conhecido como Nenê, o empresário Carlos Monteiro, de 58 anos, foi atacado após defender uma funcionária, que estaria sendo assediada pelo agressor.

De acordo com testemunhas, Nenê pediu que o homem se retirasse do bar. O suspeito teria então sacado a arma e golpeado a vítima, que morreu no local.

O agressor foi imediatamente contido por testemunhas, que acionaram a Polícia Militar (PM). O suspeito acabou preso em flagrante e o canivete usado no crime foi apreendido, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP).

No dia seguinte, a prisão foi convertida em preventiva após audiência de custódia.

O caso foi registrado como homicídio no 16º Distrito Policial (Vila Clementino). O corpo de Nenê será sepultado às 11h no Cemitério Gethsêmani, no Morumbi. Em redes sociais, amigos e frequentadores do bar prestaram homenagens e deixaram mensagens de apoio à sua esposa

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade