- Anuncie
- Assine

   
 
Moda // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Rochas
Marco Zanini confirmou seu sucesso na Semana de Moda de Paris. Inspirado em suas raízes suecas e no trabalho do fotógrafo Irving Penn, o estilista italiano apostou na estética retrô para criar mais uma coleção à frente da marca francesa

Bianca Zaramella

Pijamas em seda e vestidos-camisa na coleção de Marco Zanini para a grife francesa rochas

MARCO ZANINI ENCONTROU SEU CAMINHO à frente da Rochas. Após a saída de Olivier Theyskens no ano passado, coube ao estilista italiano assumir o comando da maison francesa em busca de coleções repletas de feminilidade e elegância.

Em seu segundo trabalho no comando da marca, o ex-assistente de Donatella Versace abriu mão do exagero sexy para afirmar sua estética retrô com maior intensidade a cada temporada. Para criar a Primavera/ Verão 2011, apresentada na Semana de Moda de Paris, Zanini foi em busca de suas origens.

Filho de mãe sueca, o estilista trouxe pinturas folk do artista plástico Slotts Barbro para estampar seus vestidos e conjuntos em seda. Foi também a partir dos tons sóbrios de suas pinturas que ele compôs sua cartela de cores com muitas nuances de azul, marrom, mostarda e preto. Na passarela, a silhueta é fluida com muitos vestidos, pijamas e combinações de peças pouco ajustadas ao corpo sempre usadas com meias pretas 7/8 e sandálias, em referência às décadas de 50 e 60.

Para esta coleção o italiano fez suas pesquisas em uma série de fotografias de Irving Penn chamada Small Trade, que mostra mulheres e homens em trajes de trabalho. Em contraposição a esta série de looks sisudos e um tanto formais, Marco Zanini revelou ousadia em seu bloco final com vestidos repletos de transparências, decotes e cintura marcada.

Passarela Vintage

O azul Klein escolhido pelo estilista definiu a cartela de cores para a Primavera/Verão 2011 (1). O vestido de corte reto em pelica marrom revela a modelagem retrô criada por Zanini para a marca francesa (2). Transparências e sobreposições revelaram uma sensualidade sutil nos looks finais da coleção (3). Pinturas folk do artista plástico sueco Slotts Barbro estamparam os vestidos na passarela da Rochas (4).

 

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS