- Anuncie
- Assine

   
 
Moda // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Paris
Formas geométricas e vestidos femininos. Na semana de moda francesa, reinaram as releituras dos clássicos e um resgate da feminilidade com formas leves, jovens e sexy para a Primavera/Verão 2011

Por Bianca Zaramella

 

Estampas de leopardo na coleção de Ricardo Tisci para a Givenchy

A ELEGÂNCIA FRANCESA nunca sai de moda, mas ganha novas leituras a cada estação. Em tempos de tendências que não são tão facilmente reconhecidas, as coleções Primavera/ Verão 2011 seguiram duas vertentes: a minimalista, que preza formas geométricas e cores neutras; e a feminina e sexy, que resgata vestidos, cores fortes e suaves transparências. Na apresentação de Ricardo Tisci para a Givenchy, a união destas duas linhas não poderia ter sido melhor. O estilista desconstruiu o smoking masculino com a mesma facilidade com que mostrou suas estampas de leopardo, sucesso absoluto no desfile, em silhuetas longas e sobreposições de comprimentos e texturas. Estampas femininas também estiveram na passarela de John Galliano para Christian Dior. Inspirado em barcos e marinheiros, o estilista uniu o espírito náutico a vestidos longos de festa em mais uma coleção inusitada. A mesma mulher, sexy e segura de si, apareceu com Yves Saint Laurent. Stefano Pillati trouxe looks com tecidos nobres e chiques, que ele definiu como “um experimentalismo de cores e ousadia.” Apesar de terem formas tradicionais, seus vestidos e outras peças ganharam uma sensualidade sutil com fendas e decotes. Impossível também não citar Karl Lagerfeld que, em busca de mais uma nova identidade para a Chanel, repaginou clássicos da maison francesa, como o tailleur, de forma jovem e descontraída

Fotos aFp

MIX DE CORES
Leve inspiração nos anos 90, com direito a coturnos em pleno Grand Palais para a Chanel (1). Tecidos leves e transparências para Yves Saint Laurent (2). Formas geométricas e o novo minimalismo chique de Pedro Lourenço (3). John Galliano uniu florais e esportes náuticos na passarela da Dior (4).

 

 

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS