- Anuncie
- Assine

   
 
Estilo // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Estilo Casa
Tudo novo de novo
Na casa da chef RENATA VANZETTO não entra nada de novo. Tudo é comprado em antiquários e feiras de objetos antigos e, com pequenas reformas, as peças ganham vida nova e um quê vintage

Laís Taliberti

Silvio Bonadia /Ag. IstoÉ
Na decoração ecofriendly tudo se renova. O sofá veio do antigo apartamento, as "bolinhas" na parede são puxadores de madeira que eram usados em cortinas antigas. O resultado é uma sala com ar vintage e aconchegante. No centro, os detalhes da cômoda branca no quarto de Renata com bichinhos e adesivos, mostrando o lado lúdico da personalidade da chef. Ao lado, Renata Vanzetto em seu antigo sofá


Silvio Bonadia /Ag. IstoÉ
No quarto de LUIZA VANZETTO, irmã de Renata, o padrão branco também se impõe, desta vez, com toques de rosa e vermelho

A CHEF RENATA VANZETTO é o que pode chamar de talento precoce. Com apenas 21 anos, a moça já comanda a cozinha de dois restaurantes: o Marakuthai, de São Paulo, e o de Ilha Bela. "Tudo começou meio que nunca brincadeira e o nome Marakuthai é justamente uma junção entre comida Thai e maracutaia." Mas a brincadeira virou coisa de gente grande e o restaurante virou referência em São Paulo e na ilha. Há um ano e meio, Renata deixou sua vida em Ilha Bela e veio morar em São Paulo. De apartamento novo, a chef abriu sua casa para mostrar à Gente a sua receita de sucesso nos negócios e seu lifestyle doméstico.
"Minha mãe fez a decoração do Marakuthai de Ilha Bela, de São Paulo e, claro, da nossa casa também. Eu acho muito legal o que ela faz porque aqui em casa não entra nada novo. Toda a decoração é feita com coisas recicladas", explica Renata. Em antiquários, feiras de objetos antigos e até mesmo em coisas doadas para igrejas, Silvia Camargo, mãe de Renata, consegue garimpar peças raras. Antes de serem colocadas em seus futuros lugares, tudo passa por pequenas reformas e reparos necessários. Um estilo totalmente sustentável e ecofriendly. "A minha mãe é mestra em achar essas coisas, ela vai em uns lugares em que todo mundo acha que não vai sair nada legal e acha umas coisas incríveis", diz a chef com admiração. Para usar objetos reciclados, o segredo é usar a criatividade. Nas paredes, por exemplo, Silvia Camargo colocou argolas de madeira que eram pendentes de cortina. Apesar de muito simples, o detalhe deu um toque de charme à casa.

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>
   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS