- Anuncie
- Assine

   
 
Diversão & Arte // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Zeca Pagodinho
Música
"Gravar com Zeca é ganhar na loteria"

Por Camilla Gabriella


Fotos: Felipe Varanda / AG. ISTOÉ

O sambista lança Vida da Minha Vida, fala do gosto em ajudar os amigos e, mesmo considerado um dos grandes da música, conta do prazer de levar a vida com simplicidade


CANDEIA FEZ O QUE SE PODERIA CHAMAR de “samba existencialista” ao compor “Preciso me Encontrar”, cantando a necessidade de “sair por aí”. Zeca Pagodinho também anda existencialista. Só quer saber de se encontrar, livre do assédio, “andando pelas ruas, de chinelo, tomando uma cerveja aqui e ali, parando para falar com os amigos, jogando no bicho, andando no Irajá, Del Castilho.” Também não quer saber de histeria com a sua presença, afinal, não é nenhum “belezol”. Aos fãs, diz que podem chegar e conversar, sem gritaria. E gente que gosta dele há em todo canto. São os amigos que enchem o estúdio quando ele está gravando, pacientes em hospital que saem da cama para vê-lo, o público jovem da MTV, o pessoal das rodas de samba. Não importa a idade ou a classe social, Zeca é querido – também por mulheres, claro, mas ele agora é um homem comprometido, “livre dos pecados, principalmente, o carnal”. É casado há 23 anos com Mônica, pai de Eduardo, 23 anos, Louis, 21, Eliza, 19 e Maria Eduarda, 6. E avô de Noah, para quem compôs “Orgulho do Vovô”, com o parceiro de copo e de música, Arlindo Cruz. A faixa está em Vida da Minha Vida, seu 22º disco em 24 anos de carreira. E foi esse Zeca Pagodinho que Gente encontrou para entrevista, na sede da Universal, no Rio.


Quando começou a elaborar o Vida da Minha Vida?
Em julho decidi fazer um disco. Não estava fazendo nada. Repertório, graças a Deus, não falta. Disse: “Reúne todo mundo e entra em estúdio. Bota a cerveja pra gelar.” Toda hora tem alguém chegando. É uma festa. O estúdio vira uma escola de samba. Só fica chato quando tem de montar as bases e colocar a voz. Aí é solidão completa. Só eu e o Rildo Hora (produtor).


Esse é um disco de intérprete. Prefere gravar música de outros compositores?
A ideia também é essa. Gravar com Zeca Pagodinho é ganhar na loteria, ganhar um dinheiro, dar um jeitinho no barraco, comprar uma geladeira nova, melhorar o carrinho. É legal isso e me sinto feliz de ajudar os meus amigos.


O disco é em homenagem a Beth Carvalho e tem convidados como Regina Casé...
Madrinha (Beth) está afastada, está de cama há um ano. É uma que está sempre nas paradas. Sempre me visita no estúdio e este ano ela não pintou. E a Regina está tão bacana no disco. Ela sempre vai assistir no estúdio. Chega lá, ajuda em qualquer coisa. Se tiver de fazer um café, ela faz. Quer estar na muvuca.


Como compôs “Orgulho de Vovô”?

Foi a última encapotada (bebedeira) que eu dei. Eu e Arlindo, sempre, né? Tanto que fizemos o samba para o meu neto e, no outro dia, ele me ligou dizendo que não tinha conhecido a criança. Quando ele resolveu ver o menino, era 1h da manhã. É que lá em casa não tem essa de horário, não. Noah só dorme na sala. Todo mundo fala alto, não tem frescura, e ele já está no embalo.


Como tem se revelado seu lado avô?
Sou louco por criança, ainda mais meu neto. A Duda (Maria Eduarda) fica enciumada, mas isso passa. Agora, que está no andador, quando me vê abre um sorrisão e sai lascando o cano.


Você gravou “Poxa”, sucesso de Gilson de Souza. Por que escolheu essa música?

Falei que queria pegar uma musica antiga que tivesse sido um sucesso na minha época, que ninguém mais tivesse falado nela. Estava me preparando para ouvir a “Ave-Maria” e escutei a música no meu radinho de pilha. Aí, resolvi gravá-la.

 


1 | 2 | Próxima >>

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS