- Anuncie
- Assine

   
 
Casamento // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Aos pés da noiva
Numa cerimônia que parou São Paulo no último sábado, Patricia Birman, herdeira da Arezzo, se casa com Mário Pedro Marcondes

Laís Taliberti Fotos Sidnei Rodrigues/Ag.IstoÉ

 

Maitê e Anderson Birman, Mário Pedro Marcondes e a esposa Patricia Birman, Maria Lúcia Café, Alexandre e Johanna Birman

 

O NAMORO já durava oito anos e meio. Foi quando Patricia decidiu morar sozinha. Para Mário Pedro, o momento certo de pedir a mão da moça em casamento.

Jovens, educadíssimos e discretos, Patricia e Mário resistiram, mas acabaram decidindo celebrar a união com todos os rituais da tradição.

E assim foi. Na noite de 18 de setembro, a Catedral da Sé e a Sala São Paulo assistiram a um dos casamentos mais grandiosos da sociedade paulistana. Mário Pedro Marcondes, 32 anos, é empresário do ramo de imóveis e Patricia, 27, é a única filha de Maria Lúcia Café e Anderson Birman, dono do império dos sapatos, a Arezzo. Entre a igreja e a Sala São Paulo, circularam 800 convidados. Gente do high, políticos, estrelas da tevê, amigos e as famílias Birman, Café e Marcondes. As 19h20, Patricia desceu de um Ford Galaxy branco acompanhada de Anderson Birman. Subiu as escadas lentamente e era visível a sua emoção e a do pai.

Patricia vestia o mesmo traje usado pela mãe, Maria em seu casamento há 35 anos. Sandro Barros da Daslu, fez os ajustes necessários. Os sapatos, naturalmente, eram Arezzo, “self made”. Ao lado do pai, Patricia entrou na igreja ao som da “Marcha Nupcial” executada pela Allegro Coral e Orquestra.

No altar, Anderson Birman deu um carinhoso abraço no noivo, um beijo na testa de Patricia e entregou a filha a Mário Pedro Marcondes. A cerimônia católica seguiu os ritos próprios e Alexandre Birman, irmão de Patricia, fez a primeira leitura da celebração. As crianças, André e Augusto, irmãos da noiva, e Lucca Giovannini, Eduarda Ignatari e Isabella Marquetti iam e voltavam do altar se divertindo o tempo todo. Isabella decidiu percorrer a igreja e arrancou risadas dos convidados. Maria, filha de Glória Maria, quis subir no altar, curiosa com o véu da noiva que descia pelas escadas.

O beijo selou a união do casal que namorava há oito anos e meio

Às 20h37 os noivos disseram sim. O momento das alianças foi um dos mais comoventes. Os noivos se viraram para receber as avós paternas Ruth Birman e Maria Perreira Giovannini. Vestidas de azul, as duas entregaram o par de anéis da Tiffany para os netos no altar.

Após o sim, as alianças e...o primeiro beijo como marido e mulher. Na hora dos cumprimentos, Alexandre Birman deu um longo abraço na irmã. Johanna, também abraçou a cunhada com lágrimas nos olhos.

Na saída da igreja, Patricia parou para beijar a avó e cada uma das crianças que participaram do casamento.

Da Sé, noivos e convidados rumaram para a Estação Júlio Prestes onde estava armada a grande festa. O champanhe da noite era o Tsarine, o mesmo servido na posse do presidente da França, Nicolas Sarkozy.

Chris Ayrosa assinou a produção da festa. As cores escolhidas foram o marrom e o rosa em tons que iam do rosa-chocolate ao rosa-chá e pink. Os móveis de antiquário em estilo inglês conferiam a atmosfera nobre aos ambientes.

Na pista de dança, os noivos dançaram a tradicional valsa e Patricia, sempre sorrindo, também dançou com o irmão Alexandre e o pai, Anderson Birman.“Eu estava muito nervosa com o casamento, mas agora já passou e é hora de comemorar”, brindou a noiva.

Anderson Birman beija sua única filha no altar

 

Coube ao bufê França o irrepreensível jantar: risoto de jasmin, camarões ao curry com coco e raviólis de brie, além de sorvete de tangerina e mil folhas com frutas vermelhas. Mas foi o sonho de morango, um docinho recheado com a fruta e leite condensado, que arrancou suspiros dos convidados. O bolo, com um recheio inusitado de cenoura com nozes, também mereceu comentários. Mariana Ximenes, repetiu. Estrela das campanhas da Arezzo há quatro edições, a atriz veio do Rio para prestigiar o casamento da companheira de trabalho e amiga: “A Patricia é um amor e é muito empreendedora. Eu já trabalho com eles há tanto tempo que desenvolvemos uma relação forte.”

Anderson Birman circulou pela festa, abraçou os amigos e declarou sua felicidade com o casamento: “Eu acho que a família do Mário ganhou uma filha e a nossa família ganhou um filho. Estou muito feliz e espero que eles sejam muito felizes”. Alexandre Birman fez coro com o pai: “É uma emoção muito grande ver minha irmã querida casando. Estamos muito felizes”.

A banda SOS abriu a pista e Patricia e Mário Pedro, o dancing. A turma seguiu os passos dos noivos até a madrugada. À uma da manhã, sapatilhas douradas e prata foram oferecidas aos pés cansados. E assim, sem saltos, a festa saldou o domingo, comme il fault. Patricia e Mário escolheram o Havaí para a lua de mel.

 

 

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | Próxima >>

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS