- Anuncie
- Assine

   
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Inverno 2010
"Tenho só 19 anos, sou uma menina"
Jovem veterana das passarelas, a modelo Renata Kuerten, revela seus novos planos profissionais, a vontade de cursar uma faculdade e fala que todo seu esforço no trabalho tem um sentido maior: Ajudar sua família

Ana Claudia Duarte Fotos Marcia Tavares

 

“Nunca achei que perdi parte da adolescência por causa do trabalho. Consegui fazer todas as bagunças que queria”, conta ela


Renata relaxa em Campos fazendo o que mais gosta: posando para uma câmera

EM CAMPOS DO JORDÃO, durante o ensaio de moda para Gente, Renata Kuerten fazia mil planos para mais uma temporada de trabalho em Nova York. Desde os 15 anos, quando deixou a pequena cidade de Braço do Norte, no interior de Santa Catarina, aprendeu que só a dedicação e a paciência dariam a ela o sucesso que tem hoje. “Não foi fácil me separar da família, dos amigos. Fui aprendendo tudo aos poucos e logo me encontrei na profissão. Nunca fiquei pensando se perdi um pedaço da adolescência, essas coisas. Estava concentrada na chance que obtive e fui em frente. Consegui fazer todas as bagunças que queria. Faço até hoje. Tenho 19 anos e às vezes as pessoas se esquecem disso. Nunca quero deixar de ter este espírito leve”, diz ela, sorrindo. E, para manter a mente tranquila e o corpo super em forma – são 52 quilos distribuídos em 1m 75 --, ela arruma tempo para três atividades que ama: ioga, circo e musculação. “Dou um jeito. Uma folga na agenda e saio correndo para um dos três”, conta.

São muitos editoriais de moda e campanhas. Renata recusa muito trabalho por falta de tempo. Mas jamais perde o foco. “Estou ao lado de profissionais competentes que me ajudam muito. E quero me dedicar bastante, juntar mais dinheiro. Não tenho vergonha nenhuma de dizer que ajudo minha família. Quero que eles fiquem bem”, diz a modelo com convicção. Da vida simples em Braço do Norte – ela é filha de agricultores –, a modelo lembra da infância simples, mas feliz. Apesar do sucesso na carreira, ainda sonha em fazer uma faculdade. “Não sei se quero administração, marketing ou letras”, declara com a indefinição de uma garota da sua idade. Alguém duvida que ela vai conseguir?

Figurino BARBARA BELA, MARCELO DEGANG E KAVALO, CUPCAKE E ATELIER CORTIÇO
Agradecimento MIRIAN TAWIL

 

A modelo revela que teve infância humilde no interior de Santa Catarina

 

 

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS