- Anuncie
- Assine

 
 
 
Diversão & Arte // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Televisão
O passado está na moda

Poliana Costa

 

ZÉ PAULO CARDEAL/TV GLOBO
Duelo: Alexandre Borges e Murilo Benício agora são Jacques Leclair e Victor Valentim

Sucesso dos anos 80, Ti-ti-ti, novela sobre dois estilistas em pé de guerra, ganha banho de loja e vem em nova versão totalmente repaginada

SE A MODA UTILIZA REFERÊNCIAS do passado para criar novidades, o mesmo pode valer para uma novela – ainda mais se os protagonistas desse folhetim forem estilistas. É o que acontece com Ti-ti-ti, escrita por Cassiano Gabus Mendes e exibida originalmente em 1985. A trama volta ao ar a partir da segunda-feira 19, às 19h, repaginada, com toques contemporâneos e texto de Maria Adelaide Amaral.

A história central gira em torno de dois inimigos de infância, André (Alexandre Borges) e Ariclenes (Murilo Benício). O primeiro se torna estilista, muda o nome para Jacques Leclair e atende clientes ricas da zona leste paulistana. O segundo entra na competição como Victor Valentin, um falso estilista que, na verdade, aproveita-se dos modelos para bonecas criados por uma senhora que ele mantém em uma casa de repouso.

Maria Adelaide, que desde 2000 só assinava minisséries e seriados, volta às novelas trabalhando com uma história criada pelo autor que a levou a escrever para televisão. “É Cassiano Gabus Mendes de volta ao horário das sete. E quero dedicar a ele esse trabalho.”

O remake contará com uma mistura de núcleos da primeira versão, um pouco de Plumas e Paetês (1980, também de Gabus Mendes), e personagens clássicos de outros folhetins do autor. A direção é de Jorge Fernando, que dá seu toque de irreverência ao projeto. “O grande barato dessa novela é que não é só um remake. Há uma roupagem completamente nova. Cumprimos nossa meta, não só de levantar essas cenas, como de construir o clima com energia e felicidade”, defende.

O figurino, assinado pela veterana Marília Carneiro, promete ser uma atração à parte na novela – a primeira a ser transmitida em High Definition (HD). Alexandre Borges, que emagreceu cinco quilos para o papel, conta que a caracterização foi essencial na composição do personagem. “Ele tem essa coisa fashion e meio andrógina. Estamos buscando essa dualidade”, explica.

 

1 | 2 | Próxima >>



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS